Possibilidades de interação e troca de experiências entre pós-graduandos e graduandos em um projeto de extensão em Odontologia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1807-0221.2021.e77479

Palavras-chave:

Extensão Universitária, Odontologia, Educação em Saúde

Resumo

O objetivo deste artigo é refletir sobre algumas possibilidades de interação e de troca de experiências entre pós-graduandos e graduandos que participaram de um projeto de extensão na área de Odontologia nos anos de 2018 e 2019. Para isso, são problematizadas algumas ações realizadas por esses dois grupos de estudantes em uma comunidade rural do município de Ponta Grossa – Paraná, a partir da compreensão de aprendizagem colaborativa, conforme preconizado por Paulo Freire. Compreende-se que as atividades de extensão realizadas apresentaram o potencial de motivar os alunos para a aprendizagem dos conteúdos específicos, articulando a teoria com a prática, transcendendo os conhecimentos técnicos. Dessa forma, também buscou-se abranger os aspectos éticos, políticos, sociais, abarcando, assim, uma formação integral, alinhada com as necessidades da comunidade em questão.

Biografia do Autor

Eduardo Bauml Campagnoli, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Graduado em Odontologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Mestrado em Odontologia área de concentração Estomatologia pela PUCPR, doutorado em Estomatopatologia pela Faculdade de Odontologia de Piracicaba/UNICAMP. Professor Adjunto do Departamento de Odontologia da Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Karina Regalio Campagnoli, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Graduada em Odontologia pela Universidade Federal do Paraná, e em Pedagogia pela Universidade Estadual de Ponta Grossa. Mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Referências

BARJA-FIDALGO, F. et al. Projeto de extensão Crescer Sorrindo: integrando ensino, pesquisa e extensão em Odontologia por 12 anos crescer sorrindo. Revista Conexão, Ponta Grossa, v. 10, n. 1, p. 92-101, jan./jun. 2014.

BORATO, A. et al. Valoração das práticas de ensino, pesquisa e extensão entre concluintes de Odontologia. Revista da ABENO, Londrina, v. 18, n. 1, p. 103-115, 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução nº 7, de 18 de dezembro de 2018. Estabelece as Diretrizes para a Extensão na Educação Superior Brasileira e regimenta o disposto na Meta 12.7 da Lei nº 13.005/2014, que aprova o Plano Nacional de Educação – PNE 2014-2024 e dá outras providências. Brasília.

FÓRUM DE PRÓ-REITORES DE EXTENSÃO DAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR PÚBLICA BRASILEIRAS. Manaus, maio, 2012. Disponível em: http://www.utfpr.edu.br/estrutura-universitaria/pro-reitorias/prorec/diretoria-de-extensao/documentos-da-extensao-de-ambito-nacional/politica-nacional-de-extensao-universitaria-forproex-2012/view. Acesso em: 20 jul. 2020.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 58 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2014.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 50 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2015.

FUJITA, M. S. L.; BARRAVIERA, B. Revista Ciência Em Extensão: 10 anos disseminando conhecimento e transformando a relação entre a Universidade e a Sociedade. Editorial. Rev. Ciênc. Ext. v.10, n.3, p.2-4, 2014.

GARCIA, B. R. Z. A contribuição da extensão universitária para a formação docente. 2012. 115 f. Tese (Doutorado em Educação) – Psicologia da Educação, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2012.

GADOTTI, M. Extensão universitária: para quê. São Paulo: Instituto Paulo Freire, 2017.

MOIMAZ, S. A. S. et al. Extensão universitária como ferramenta geradora de ensino-aprendizagem e produtora de pesquisa. Revista Conexão, Ponta Grossa, v. 11, n. 2, p. 140-149, maio/ago. 2015.

PEREIRA, S. M. Extensão universitária e trabalho voluntário na formação do acadêmico em Odontologia. Arquivos em Odontologia, Belo Horizonte, v. 47, n. 2, p. 95-103, abr./jun. 2011.

PIVETTA, H. M. F. et al. Ensino, pesquisa e extensão universitária: em busca de uma integração efetiva. Linhas Críticas, Brasília, v. 16, n. 31, p. 377-390, jul./dez. 2010.

STROMBERG, A. et al. A contribuição das ações extensionistas do Projeto Rondon na formação do estudante de Odontologia. Revista Conexão, Ponta Grossa, n. 16, p. 1-12, 2020.

ZANON, D. P.; ALTHAUS, M. T. M.; BAGIO, V. A. Didática na docência universitária em saúde: metodologias ativas e avaliação. Curitiba: Appris, 2018.

Downloads

Publicado

2021-08-26