Sociogênese do conhecimento e pesquisa em ensino: contribuições a partir do referencial Fleckiano

Autores

  • Demétrio Delizoicov UFSC - Santa Catarina
  • Nadir Castilho UFSC - Santa Catarina
  • Luiz Roberto Agea Cutolo UNIVALI - Santa Catarina
  • Marco Aurélio Da Ros Ministério da Saúde
  • Armênio Matias Corrêa Lima UFSC - Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Resumo

O trabalho aborda a teoria do conhecimento de Ludwik Fleck, analisando as origens e o contexto que orientaram sua produção, desde o contato com a Escola Polonesa de Filosofia da Medicina. Contrapondo-se ao empirismo lógico, Fleck, nos anos trinta, desenvolve uma perspectiva epistemológica em sintonia com o referencial construtivista/interacionista, fundamentando-se numa análise embasada na sociologia do conhecimento. São apresentadas suas principais categorias analíticas e resgata-se o papel do modelo fleckiano na teoria dos paradigmas de Thomas Kuhn. Argumenta-se sobre o potencial do modelo de Fleck como referencial para a pesquisa em ensino nas áreas de ciências naturais e da saúde, citando-se alguns trabalhos produzidos.

Biografia do Autor

Demétrio Delizoicov, UFSC - Santa Catarina

Graduação em Licenciatura Em Física pela Universidade de São Paulo (1973) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (1991). Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Nadir Castilho, UFSC - Santa Catarina

Graduação em Pedagogia pela Faculdade Municipal de Filosofia Ciências e Letras de Santo Andre (1970), graduação em Ciências Físicas e Biológicas - Faculdades Integradas de Guarulhos (1974), mestrado em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (1995) e doutorado em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (2002). Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Luiz Roberto Agea Cutolo, UNIVALI - Santa Catarina

Graduado em Medicina pela Universidade Federal de Santa Catarina. Especialista em Pediatria. Doutor em Educação. Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Marco Aurélio Da Ros, Ministério da Saúde

Graduação em Medicina pela Universidade Federal de Pelotas (1975) , especialização em Curso Básico de Saúde Pública pela Escola de Saúde Pública do Rio Grande do Su (1977) , especialização em Residência Em Saúde Comunitária na Unidade Sanitár pela Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul (1977) , mestrado em Saúde Pública pelo Fundação Oswaldo Cruz (1991) e doutorado em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (2000). Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Armênio Matias Corrêa Lima, UFSC - Santa Catarina

Graduação em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1988) , graduação em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1985) , especialização em Medicina do Trabalho pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1990) , mestrado em Community Health in Developing Countries pela Universitaet Heidelberg Ruprecht Karls (1994) e doutorado em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (2003). Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Downloads

Publicado

2002-01-01

Edição

Seção

Artigos