Investigando as concepções de força em situações do cotidiano ao longo do ciclo da experiência Kellyana

Ana Paula Teixeira Bruno Silva, Heloisa Flora Brasil Nóbrega Bastos, Ernande Barbosa da Costa

Resumo


Esta pesquisa teve como objetivo investigar o processo de construção do conceito científico de força entre alunos do 1º ano do Ensino Médio, que participaram de uma seqüência didática organizada de acordo com as cinco fases do Ciclo da Experiência Kellyana: Antecipação; Investimento; Encontro; Confirmação ou Desconfirmação e Revisão Construtiva. Procurou-se identificar as concepções sobre força em situações do cotidiano. Os resultados desta pesquisa mostraram que os alunos, na fase da Antecipação, possuíam conceitos intuitivos, bem como tinham dificuldades de entender os conceitos de direção e sentido de uma força. As atividades desenvolvidas durante o Ciclo despertaram a atenção dos alunos, impulsionando-os a levantar hipóteses, refletir e estabelecer relações das situações vivenciadas com o tema em estudo, o que oportunizou uma contribuição de forma relevante para a evolução dos seus conceitos.


Palavras-chave


Ensino de Física; Ciclo da Experiência Kellyana; Força; Cotidiano

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7941.2008v25n2p287

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >