RPG pedagógico como ferramenta alternativa para o ensino de Física no Ensino Médio

Autores

  • Anderson Camatari Vilas Boas Universidade Federal do Vale do São Francisco, Senhor do Bonfim, BA
  • André Gonçalves Macêna Júnior Universidade Federal de Alagoas, Maceió, AL
  • Marinez Meneghello Passos Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7941.2017v34n2p372

Palavras-chave:

RPG Pedagógico, Jogo de Interpretação, Ensino de Física, Análise Textual Discursiva

Resumo

Neste artigo apresentamos o RPG Pedagógico como ferramenta para o ensino de Física no Ensino Médio. Nele trazemos uma explicação geral do que é o RPG, e como este jogo pode ser utilizado no ensino de Física, apresentando uma proposta didática na qual os alunos são protagonistas de seu aprendizado ao serem colocados em situações-problema em que conceitos físicos previamente estudados estão presentes. Os dados dessa pesquisa (entrevistas, questionários, notas de campo e registros de atividades realizadas pelos alunos) foram analisados por meio da Análise Textual Discursiva, a fim de: identificar mudanças na forma como os alunos compreendiam e demonstravam os conceitos discutidos; listar as vantagens e as dificuldades da aplicação do RPG Pedagógico em sala de aula; evidenciar as ações destes alunos diante de novas situações em que seus conhecimentos eram necessários. Os resultados apontaram que o RPG Pedagógico é uma possível ferramenta para o aprendizado da Física, com a capacidade de melhorar o interesse dos alunos, estimulando a imaginação e o trabalho em equipe, além de ser uma proposta divertida.

Biografia do Autor

Anderson Camatari Vilas Boas, Universidade Federal do Vale do São Francisco, Senhor do Bonfim, BA

Professor do Colegiado de Ciências da Natureza da Universidade Federal do Vale do São Francisco, Senhor do Bonfim.

André Gonçalves Macêna Júnior, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, AL

Mestrando no Programa de Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física.

Marinez Meneghello Passos, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR

Professora Sênior do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática da Universidade Estadual de Londrina.

Downloads

Publicado

2017-08-09

Edição

Seção

Pesquisa em Ensino de Física