Investigação de Perfis Conceituais em uma atividade experimental sobre Força Magnética no Ensino Médio

Ulisses Azevedo Leitão, José Amilton Fernandes, Gilberto Lage

Resumo


O presente artigo apresenta o desenvolvimento de uma sequência didática para o ensino-aprendizagem do conceito de força magnética sobre cargas em movimento, em uma abordagem experimental semiestruturada. Descreve-se a concepção e o desenvolvimento de um protótipo experimental para medir a força magnética e discute-se as configurações testadas. Propõe-se uma estratégia de transposição didática que visa o questionamento conceitual, utilizando o conflito cognitivo como estratégia metodológica para instigar a evolução dos perfis conceituais dos estudantes, com foco na questão das relações de simetria da interação magnética. A proposta de análise se baseia na epistemologia de Bachelard e na Teoria de Perfis Conceituais. Os resultados permitem comprovar a eficácia da metodologia proposta, bem como a necessidade de fomentar a diferenciação conceitual entre as interações elétrica e magnética. O uso do protótipo permite construir o conceito de regra da mão direita e sua aplicação na formalização do tema a partir da evidência experimental.

 

 


Palavras-chave


Perfis Conceituais; Obstáculo Epistemológico; Conflito Cognitivo; Ensino de Física; Interação Magnética

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7941.2018v35n1p290

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >