A escolha da carreira docente em Física: tensões e desafios

Marta Fernandes Garcia, Maria Cláudia Silva Batista, Dirceu da Silva

Resumo


O artigo analisa aspectos relacionados com a escolha da carreira docente em Física por estudantes de um Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo. Para a coleta de dados, foram aplicados 4 questionários com os objetivos de (1) delinear o perfil dos estudantes; (2) compreender as razões e influências na escolha do curso de Licenciatura em Física; (3) analisar as marcas na trajetória escolar que colaboraram para esta escolha e (4) identificar, na visão dos estudantes, as experiências de formação que têm contribuído para despertar/aumentar o desejo pela carreira docente em Física. Os dados foram submetidos à análise categorial temática. Os resultados evidenciam, entre outros, que a localização próxima à residência dos alunos e a escassez de cursos gratuitos na região têm forte relação com a escolha do curso. Menos da metade dos estudantes apontou ter escolhido o curso em decorrência da identificação com a Física e do desejo de lecionar. Ainda, um pouco mais da metade afirmou ter recebido algum tipo de influência na escolha do curso e demonstrou o desejo de lecionar após se formar.


Palavras-chave


Formação de Professor; Física; Carreira Docente

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7941.2018v35n1p42

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >