Conservação da velocidade do CM de duas partículas sob a ação de forças de atrito em movimento unidimensional (D = 1)

Carlos Eduardo Rodrigues Souza, Maria Teresa Climaco dos Santos Thomaz, Dácio M. Souza

Resumo


A força de atrito está presente no cotidiano dos alunos e a compreensão de sua ação sobre os corpos aproxima a Ciência de sua experiência. A lei de conservação do momento linear total, envolvendo sistemas de partículas sob a ação de forças dissipativas externas, não é geralmente discutida nos livros-texto de Mecânica Newtoniana utilizados nos ensinos médio e superior, nas instituições de ensino brasileiras. Discutimos neste trabalho o movimento mais simples que duas partículas podem ter: o movimento unidimensional em sentidos opostos, sob a ação de forças de atrito cinético externas. Mostramos que a conservação do momento linear do conjunto formado por essas partículas, sob a ação de duas forças de atrito cinético, ocorre apenas em partes do movimento unidimensional e quando elas se deslocam em sentidos opostos. Aproveitando o grande envolvimento dos alunos com aplicativos em celulares, apresentamos uma montagem experimental que verifica a conservação da velocidade do centro de massa (CM) desses dois corpos. O aparato experimental é simples e de baixo custo, podendo ser facilmente reproduzido em sala de aula como estratégia para estimular os estudantes a trabalharem com ferramentas matemáticas e métodos experimentais, de forma a discutirem situações físicas que incluem as forças de atritos presentes no seu dia a dia.


Palavras-chave


Conservação do Momento Linear Total; Força de Atrito; Movimento Uni e Bidimensional; Velocidade do CM

Texto completo:

PDF/A

Referências


BROWN, D. Tracker Video Analysis and Modeling Tool. Disponível em: . Acesso em: 12 jan. 2019.

CALDAS, H.; SALTIEL, E. Sentido das Forças de Atrito e Movimento – II: uma análise dos livros utilizados no ensino superior brasileiro. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 21, p. 542-549, dez. 1999.

COSTA, E. V.; FARIA LEITE, C. A. Deslocamento da força normal à superfície de apoio a um corpo em equilíbrio na presença da força de atrito. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 32, n. 4, p. 4301, 2010.

DA SILVA, D. R.; PEIXOTO, P. A força de atrito estático não é conservativa. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 40, n. 1, e1303, 2018. Disponível em: .

DE JESUS, V. L. B.; SASAKI, D. G. G. Videoanálise de um experimento de baixo custo sobre atrito cinético e atrito de rolamento. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 36, n. 3, p. 3503, 2014. Disponível em: . Acesso em: 12 jan. 2019.

HALLIDAY, D.; RESNICK, R.; KRANE, K. S. Física 1. Tradução: Gabriel Armando Pelegatti Franco et al. 4 ed. Rio de Janeiro: LTC, 1996. 323p. v. 1.

KLEER, A. A; THIELO, M. R.; SANTOS, A. C. K. A Física utilizada na Investigação de Acidentes de Trânsito. Caderno Catarinense de Ensino de Física, v. 14, n. 2, p. 160-169, ago. 1997.

KNIGHT, R. D. Física: uma abordagem estratégica. 2. ed. Bookman: Porto Alegre, 2009. v. 1.

MATUO, C. Y.; MARINELLI, J. R. Importância do Cálculo da Propagação de Erros em um Experimento de Atrito Estático. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 24, n. 1, p. 132-139, abr. 2007.

MONTEIRO, M. A. A. et al. Abordagem experimental da força de atrito em aulas de física no ensino médio. Caderno Brasileiro Ensino de Física, v. 29, n. 3, p. 1121-1136, dez. 2012. Disponível em: .

NUSSENZVEIG, H. M. Curso de Física Básica: 1-Mecânica. 5 ed. São Paulo: E. Blucher, 2013. 394p.

PEIXOTO, P. Qual é a expressão correta para o trabalho realizado pela força de atrito cinético? Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 41, n. 1, 20180153, 2019. Disponível em: .

TAYLOR, J. R. An Introduction to Error Analysis. 2nd ed. University Science Books, 1997.

TOPPING, J. Errors of Observation and Their Treatment. Holanda: Springer, 1972.

VUOLO, J. H. Fundamentos da Teoria dos Erros. São Paulo: E. Blucher, 1996.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7941.2019v36n2p543

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >