O que Richard Feynman tem a nos ensinar sobre natureza da ciência?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7941.2020v37n1p146

Palavras-chave:

Richard Feynman, Prêmio Nobel, Ensino de Física, Análise Textual Discursiva, História da Ciência

Resumo

Em 11 de maio de 2018, comemorou-se 100 anos do nascimento do físico estadunidense Richard Phillips Feynman, vencedor do Prêmio Nobel de Física em 1965. Além de suas contribuições na área científica, Feynman é conhecido por suas produções didáticas e de divulgação científica. Neste artigo, apoiados pela Análise Textual Discursiva e pela abordagem de Ciência Integral, fazemos uma análise crítica da palestra ministrada por Feynman quando recebeu o Prêmio Nobel, explicitando informações e conhecimentos que fomentam uma visão contextualizada e humanizada do físico e seu trabalho, bem como um afastamento da visão anedótica construída sobre o personagem. Pela análise depreendemos diversas questões que ilustram aspectos da natureza da ciência relevantes na educação científica, tais como a importância dos erros conceituais cometidos pelo cientista, questões que motivam cientistas, formas como um cientista de prestígio constrói uma versão particular de seu trabalho científico e posicionamentos polêmicos.  A partir de estudos deste tipo, é possível promover visões mais críticas e bem informadas sobre a ciência tanto para professores, estudantes, cientistas e público leigo. 

Biografia do Autor

José Guilherme Licio, Programa de Pós-Graduação Interunidades em Ensino de Ciências, Universidade de São Paulo

Bacharel em Física com habilitação em Física Teórica e Experimental pelo Instituto de Física de São Carlos da USP. Mestrando no Programa Interunidades em Ensino de Ciências, da USP. Membro do Grupo de História, Teoria e Ensino de Ciências (GHTC-USP).

Cibelle Celestino Silva, Universidade de São Paulo

Possui graduação em Física pela Universidade de São Paulo (1993), mestrado e doutorado em Física pela Universidade Estadual de Campinas, na área de História da Física; Pós-Doutorado no Grupo de História e Teoria da Ciência (UNICAMP). É professora do Instituto de Física de São Carlos da Universidade de São Paulo, onde desenvolve pesquisas sobre História da Física e Ensino de Física. Foi Dibner Library Resident Scholar no Smithsonian Institution em Washington, DC (2004-2005) e Visiting Research Fellow no The Bakken Museum, Minneapolis (2014), ambos nos EUA. Foi diretora do International History, Philosophy and Science Teaching Group (IHPST). Coordenou o Observatório Dietrich Schiel do Centro de Divulgação Científica e Cultural da Universidade de São Paulo (CDCC-USP). É Diretora da Associação de Filosofia e História da Ciência do Cone Sul (AFHIC) e Coordenadora do Curso de Licenciatura em Ciências Exatas da Universidade de São Paulo.

Referências

ALLCHIN, D. The Nature of Science: From Test Tubes to YouTube. In: ALLCHIN, D. Teaching the Nature of Science: Perspectives & Resources. Saint Paul: SHiPS Education Press, 2013. Cap. 1, p. 3-27.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BASSALO, J. M. F.; JUNIOR, O. F. Wheeler, Tiomno e a Física Brasileira. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 25, n. 4, p. 426-437, dez. 2003.

BLACKBURN, S. Rationalism. In: BLACKBURN, S. The Oxford Dictionary of Philosophy. Oxford: Oxford University Press, 1996. p. 318-319.

BLANSHARD, B. Rationalism. Encyclopædia Britannica, London, 22 Jul 2016. Disponivel em: <https://www.britannica.com/topic/rationalism>. Acesso em: 27 nov. 2019.

BROWN, L. M. Selected Papers of Richard Feynman with Commentary. River Edge: World Scientific Publishing, 2000.

CHARYTON, C. et al. Gender and science: Women Nobel laureates. The journal of creative behavior, v. 45, n. 3, p. 203-214, 2011.

CONDLIFFE, J. Richard Feynman's FBI Files Make Fascinating Reading. Gizmodo, 7 Agosto 2012. Disponivel em: <https://gizmodo.com/richard-feynmans-fbi-files-make-fascinating-reading-5916502>. Acesso em: 3 abr. 2019.

DYSON, F. J. The electromagnetic shift of energy levels. Physical Review, v. 73, p. 617, mar. 1948.

DYSON, F. J. The radiation theories of Tomonaga, Schwinger and Feynman. Physical Review, v. 75, p. 486, fev. 1949.

FEYNMAN, R. P. Space-time approach to non-relativistic quantum mechanics. Reviews of modern physics, v. 20, n. 2, p. 367-387, 1948.

FEYNMAN, R. P. An operator calculus having applications in quantum electrodynamics. Physical Review, v. 84, n. 1, p. 108-128, 1951.

FEYNMAN, R. P. QED - The Strange Theory of Light and Matter. Princeton: Princeton University Press, 1985.

FEYNMAN, R. P. O senhor está brincando, Sr. Feynman!: as estranhas aventuras de um físico excêntrico (Trad. Alexandre C. Tort). Rio de Janeiro: Elsevier, 2006.

FEYNMAN, R. P.; LEIGHTON, R. Is electricity fire? In: FEYNMAN, R. P.; LEIGHTON, R. "Surely you're joking, Mr. Feynman!": Adventures of a curious character. New York: W. W. Norton, 1985.

FEYNMAN, R. P.; LEIGHTON, R. Feynman Sexist Pig! In: FEYNMAN, R. P.; LEIGHTON, R. What do you care what other people think? Further adventures of a Curious Character. New York: Bantam Books, 1988. p. 72-75.

FEYNMAN, R. P.; LEIGHTON, R. What do you care what other people think?: Further adventures of a curious character. New York: Norton, 1988.

GLEICK, J. Genius: the life and science of Richard Feynman. New York: Vintage Books, 1993.

GOLINSKI, J. V. Language, Discourse and Science. In: OLBY, R. C. et al. Companion to the history of modern science. London & New York: Princeton University Press, 1990. Cap. 9, p. 110-126.

GRIFFITHS, D. The Feynman Calculus. In: GRIFFITHS, D. Introduction to Elementary Particles. 2. ed. Weinheim: Wiley-VCH Verlag GmbH, 2008. Cap. 6, p. 197-225.

JACKSON, J. D. Retarded solutions for the Fields: Jefimenko's Generalizations of the Coulomb and Biot-Savart Laws; Heaviside-Feynman Epressions for Fields of Point Charge. In: JACKSON, J. D. Classical Electrodynamics. 3. ed. Hoboken: John Wiley & Sons, 1999. Cap. 6.5, p. 246-247.

KRAGH, H. Scientists' histories. In: KRAGH, H. An introduction to the historiography of science. New York: Cambridge University Press, 1987. Cap. 13, p. 150-158.

KRAGH, H. Fundamental Theories. In: KRAGH, H. Quantum Generations: a History of Physics in the Twentieth Century. Princeton: Princeton University Press, 2002. Cap. 22, p. 332-48.

KRAGH, H. Nobel Physics. In: KRAGH, H. Quantum Generations: A history of Physics in the Twentieth Century. Princeton: Princeton University Press, 2002. Cap. 28, p. 427-39.

LICIO, J. G. Prêmio Nobel: palestras oficiais sob a perspectiva da ciência integral 2018. Dissertação (Mestrado) - Universidade de São Paulo, Faculdade de Educação, Instituto de Física, Instituto de Química e Instituto de Biociências.

MARTINS, R. D. A. A maçã de Newton: história, lendas e tolices. In: SILVA, C. C. Estudos de história e filosofia das ciências: subsídios para aplicação no ensino. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2006. Cap. IX, p. 167-189.

MATTHEWS, M. R. History of Science in the Curriculum. In: MATTHEWS, M. R. Science Teaching: The role of History and Philosophy of Science. New York - London: Routledge, 1994. Cap. 4, p. 49-82.

MEHRA, J. The beat of a different drum: the life and science of Richard Feynman. Oxford: Oxford University Press, 1994.

MLODINOW, L. Feynman's Rainbow: A search for beauty in physics and life. New York: Vintage Books, 2011.

MORAES, R.; GALIAZZI, M. D. C. Análise Textual Discursiva: Análise de conteúdo? Análise de discurso? In: MORAES, R.; GALIAZZI, M. D. C. Análise Textual Discursiva. 3. ed. Ijuí: Editora Unijuí, 2016. Cap. 6, p. 161-84.

NEWTON, I. Mathematical Principles of Natural Philosophy. In: MOTTE, A.; CAJORI, F. Great Books of the Western World. Chicago/London/Toronto: Encyclopaedia Britannica, v. 34, 1952. p. 270-271.

NOBELPRIZE.ORG. The Nobel Prize in Physics 1965. The Nobel Prize, 2019. Disponivel em: <https://www.nobelprize.org/prizes/physics/1965/summary/>. Acesso em: 02 dez. 2019.

NOVAES, M. A eletrodinâmica quântica de Feynman – tradução de sua palestra Nobel. Revista Brasileira de Ensino de Física, São Paulo, v. 40, n. 4, p. e4209, 2018.

OTTAVIANI, J.; MYRICK, L. Feynman. New York: First Second Books, 2011.

RILEY, K. F.; HOBSON, M. P.; BENCE, S. J. Eigenvectors and Eigenvalues. In: RILEY, K. F.; HOBSON, M. P.; BENCE, S. J. Mathematical Methods for Physics and Engineering. 3. ed. Cambridge: Cambridge University Press, 2006. Cap. 8.13, p. 272-279.

ROBERTS, D. A. What counts as science education. In: FENSHAM, P. Development and Dilemmas in Science Education. Bristol: Taylor & Francis, 1988. Cap. 2, p. 27-54.

ROBINSON, J. T. Science Teaching and the Nature of Science. Journal of Research in Science Teaching, v. 3, 1965. p. 37-50.

SAKURAI, J. J. Feynman's space-time approach to electron propagator. In: SAKURAI, J. H. Advanced Quantum Mechanics. Boston: Addison-Wesley, 1967. Cap. 4-5, p. 231-241.

SANTOS, W. L. P. D.; MORTIMER, E. F. Uma análise de pressupostos teóricos da abordagem C-T-S (Ciência-Tecnologia-Sociedade) no contexto da educação brasileira. ENSAIO - Pesquisa em Educação de Ciências, Belo Horizonte, v. 2, n. 2, p. 110-132, jul-dez. 2000.

SARSEKE, G. Under-Representation of Women in Science: From Educational, Feminist and Scientific Views. NASPA Journal About Women in Higher Education, v. 11, n. 1, p. 89-101, 2017.

SCHWEBER, S. S. QED and the men who made it: Dyson, Feynman, Schwinger and Tomonaga. Princeton, New Jersey: Priceton University Press, 1994.

SHANKAR, R. The path integral formulation of quantum theory. In: SHANKAR, R. Principles of Quantum Mechanics. 2. ed. New York: Plenum Press, 1994. Cap. 8, p. 223-236.

SHAPIN, S.; SCHAFFER, S. Leviathan and the Air-Pump: Hobbes, Boyle and the Experimental Life. Princeton: Princeton University Press, 1985.

SILVA, C. C. A teoria das cores de Newton: um estudo crítico do Livro I do Opticks 1996. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Física Gleb Wataghin, Campinas.

TOMONAGA, S.-I.; OPPENHEIMER, J. On Infinite Field Reactions in Quantum Field Theory. Physical Review, v. 74, n. 2, p. 224-225, 1948.

VICENTE, V. D. C.; KILLNER, G. I. As representações de gênero nas questões de ciências da natureza do ENEM 2015. Seminário Internacional Fazendo Gênero 11 & 13th Women's Worlds Congress. Florianópolis, p. 1-12, 2017. ISSN ISSN 2179-510X. Anais...

Downloads

Publicado

2020-04-06

Edição

Seção

História e Filosofia da Ciência