A modalização deôntica e suas peculiaridades semântico-discursivas

Erivaldo Pereira do Nascimento

Resumo


Com o objetivo de discutir as peculiaridades semântico-pragmáticas da modalização deôntica, o presente artigo sistematiza e reflete sobre uma série de investigações a respeito desse fenômeno da linguagem em diferentes corpora. As investigações fazem parte de um projeto que está sendo executado no Laboratório de Estudos Linguísticos (LAEL) da UFPB, com recursos do CNPq, e que visa descrever a estrutura semântico-argumentativa de diferentes gêneros discursivos, em especial dos gêneros formulaicos, e sua aplicação no processo de produção textual. No entanto, neste artigo, muito mais de natureza teórica do que aplicada, apresenta-se uma classificação para os modalizadores deônticos e reflete-se sobre a aplicabilidade da classificação nos corpora investigados. Além disso, trata-se a coocorrência da modalização deôntica com outros tipos de modalização. O fenômeno da modalização é aqui tratado numa perspectiva semântico-argumentativa e pragmática, que leva em conta a língua em uso, a partir de autores como Castilho e Castilho (2002), Koch (2002), Santos (2000), Nascimento (2005), entre outros.


Palavras-chave


Modalização Deôntica; Argumentação; Gêneros discursivos

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-8412.2010v7n1p30

Direitos autorais

Creative Commons License

Esta publicação está regida por uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Fórum Linguístico, ISSNe 1984-8412, Florianópolis (Santa Catarina), Brasil