As marcas da subjetividade no prefácio de um livro didático para o ensino de Língua Italiana

Autores

  • Juciane Ferigolo Parcianello Universidade Federal de Santa Maria

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-8412.2012v9n2p115

Palavras-chave:

prefácio, Língua Italiana, enunciação, sentido.

Resumo

Interessa-nos, neste artigo, investigar quais efeitos de sentido podem ser depreendidos da presença das marcas de pessoa e tempo encontradas em enunciados do prefácio de um livro didático direcionado ao ensino de língua italiana, nos cursos oferecidos pela Associação Italiana de Santa Maria (AISM). Tal livro é: Língua e Vita D’Italia (1981), dos autores Katerin Katerinov e Maria Clotilde Boriosi Katerinov. Também pretendemos analisar as adjetivações e adverbializações como elementos de subjetividade, buscando apontar os possíveis sentidos que elas produzem. Partimos, para o trabalho analítico, dos pressupostos teóricos da Linguística da Enunciação, cujo teórico basilar é Émile Benveniste.

 

Downloads

Publicado

2012-10-17

Edição

Seção

Artigo