Letramento cívico na EJA: o trabalho com os gêneros discursivos em projetos de letramento

Ivoneide Bezerra de Araújo Santos

Resumo


O objetivo deste trabalho é refletir sobre o caráter agentivo da escrita e o papel dos gêneros discursivos na formação de agentes de letramento, visando à ação e à mudança social. A nossa discussão está ancorada na concepção de linguagem de base bakhtiniana (BAKHTIN, 2003); nos estudos de letramento (KLEIMAN, 1995; BAYNHAM, 1995; BARTON; HAMILTON; IVANIC, 2000, LAZERE, 2005); nos estudos críticos defensores da ideia de que todos os textos se constituem em instrumentos ideológicos capazes de conferir poder aos indivíduos (MCLAREN, 1997; FREIRE, 1979, 1996, 2001; GIROUX, 1997); na abordagem social de gênero inspirada na Nova Retórica (BAZERMAN, 2006; 2007). Trata-se de uma pesquisa de natureza etnográfica cujos dados em análise foram gerados a partir de projetos de letramento (KLEIMAN, 2000) desenvolvidos com alunos da Educação de Jovens e Adultos, no ano letivo de 2006, em uma escola da rede pública de Natal-RN. O estudo permitiu-nos depreender, em primeiro lugar, que o trabalho com os gêneros discursivos abre a possibilidade para que o estudante leia e escreva para agir discursivamente no mundo social, ganhando, assim, empoderamento; em segundo lugar, que envolver alunos em projetos de letramento vai além de uma competência didática vinculada a especificidades e ao domínio de conteúdos, sendo preciso que o professor saiba para quem, o que, por que e como ensinar e que assuma uma postura reflexiva, tornando-se também um aprendiz; em terceiro lugar, que a partir das práticas de letramento desenvolvidas, os alunos construíram uma visão mais consciente e crítica em relação à língua e ao mundo social no qual atuaram como cidadãos interventivos e politizados.


Palavras-chave


gêneros discursivos; letramento cívico; empoderamento; emancipação; EJA.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-8412.2012v9n4p283

Direitos autorais

Creative Commons License

Esta publicação está regida por uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Fórum Linguístico, ISSNe 1984-8412, Florianópolis (Santa Catarina), Brasil