A função interpessoal no entendimento da modalidade deôntica

Léia Cruz Menezes

Resumo


Neste artigo, procedemos à reflexão sobre a não contemplação da função interpessoal no entendimento do subtipo modal deôntico na Gramática Funcional (GF) e na Gramática Discursivo-Funcional (GDF). Consideramos como a modalidade deôntica é tratada no arcabouço da GF; na sequência, ponderamos acerca da proposta de Verstraete (2004) para o entendimento da modalidade deôntica em função interpessoal; em seguida, expomos como a modalidade deôntica foi entendida na GDF; por fim, por meio de um cotejo entre a GDF e a Gramática Sistêmico-Funcional (GSF), arrematamos com nossa reflexão acerca do sentido do termo “funcional” subjacente à GF e à GDF.

Palavras-chave


Modalidade deôntica; Função interpessoal; Gramática Funcional; Gramática Discursivo-Funcional.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-8412.2013v10n3p212

Direitos autorais

Creative Commons License

Esta publicação está regida por uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Fórum Linguístico, ISSNe 1984-8412, Florianópolis (Santa Catarina), Brasil