Formação de grupos em uma turma de Português como Língua Estrangeira: quando a amizade ajuda o aprendizado

Eloisa Jardim Barino Ferraz, Denise Barros Weiss

Resumo


Este artigo objetiva mostrar como, em uma turma multiétnica de Português para alunos estrangeiros, formam-se grupos entre os alunos. Foram analisados dados colhidos em duas turmas de alunos intercambistas em uma universidade de Minas Gerais, Brasil, a partir de referenciais teóricos da Sociolinguistica Interacional e da geografia cultural. Por meio da triangulação de dados de mapas de sala, entrevistas com os alunos e diário de campo, observou-se longitudinalmente como se formaram os grupos na sala de aula e qual foi o impacto dessa formação no modo como esses alunos desenvolveram suas habilidades de fala e escuta de português. Observou-se que aqueles alunos que foram capazes de se relacionar com mais colegas na sala de aula foram os que desenvolveram mais suas habilidades de interação em língua portuguesa.


Palavras-chave


Interação; Português língua estrangeira; Aprendizagem

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-8412.2015v12n2p621

Direitos autorais 2015 Fórum Linguístico

Creative Commons License

Esta publicação está regida por uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Fórum Linguístico, ISSNe 1984-8412, Florianópolis (Santa Catarina), Brasil