O leitor presumido nos anúncios de carros veiculados em jornais impressos de Teresina (PI) de 1950 a 2002

Francisco Alves Filho, Samarina Soares de Sá

Resumo


Este artigo pretende demonstrar como a figura do leitor presumido foi construída em jornais impressos da cidade de Teresina (PI), quais sejam: Jornal o Piauí, Jornal Folha da Manhã, Jornal O Dia e Jornal Diário do Povo. Para alcançar esse objetivo, recorreu-se à bibliografia referente aos estudos realizados por autores representantes dos Estudos Retóricos de Gêneros, como Charles Bazerman (2011), Carolyn Miller (2009 [1984]) e Amy Devitt (2004). Além destes, foram utilizados os pressupostos bakhtinianos para o estudo do gênero, extraídos, principalmente de Marxismo e Filosofia da Linguagem e de Estética da Criação Verbal, além de autores brasileiros engajados no estudo dos gêneros discursivos, tais como: Fiorin (2008), Marcuschi (2008) e Faraco (2009). Com a pesquisa, foi possível corroborar que os anúncios constituem, de fato, construções histórico-sociais, capazes de espelhar os valores de uma sociedade, mas também de contribuir diretamente para que determinados valores sejam revigorados ou esquecidos.


Palavras-chave


Gênero anúncio; Leitor presumido; Histórias dos gêneros; Anúncio de carros

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-8412.2015v12n2p637

Direitos autorais 2015 Fórum Linguístico

Creative Commons License

Esta publicação está regida por uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Fórum Linguístico, ISSNe 1984-8412, Florianópolis (Santa Catarina), Brasil