Um mesmo olhar teórico influenciado pelas diferentes formas de sentir: as preferências subjetivas no desenvolvimento de sequências didáticas no PIBID de Língua Inglesa

Autores

  • Paulo Henrique Espuri Universidade Estadual do Norte do Paraná
  • Eliane Segati Rios Registro Universidade Estadual do Norte do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-8412.2015v12n2p714

Palavras-chave:

Subjetividade, Sequência didática, Gêneros literários

Resumo

Considerando as influências exercidas pelas concepções de linguagem e de texto, bem como as referências subjetivas no momento do desenvolvimento de sequências didáticas, buscamos, na pesquisa de cunho qualitativo que originou o presente artigo, compreender até que ponto as impressões subjetivas (SILVA, 2008) dos participantes do estudo, bolsistas do Programa de Iniciação à Docência (Pibid) de uma universidade localizada no norte do Paraná, influenciaram na escolha e no desenvolvimento das atividades propostas para o gênero conto em Língua Inglesa. Para tanto, apoiamo-nos nos conceitos teóricos e metodológicos do Interacionismo Sociodiscursivo (BRONCKART, 2009) e das sequências didáticas (DOLZ; SCHNEUWLY, 2004) do gênero conto em língua inglesa (RIOS-REGISTRO; CRISTOVÃO, 2013), para apresentar, por fim, o plano textual global (BRONKCART, 2009), o qual possibilitou apontar o conteúdo das sequências didáticas analisadas, compreendendo a relação entre atividades e impressões subjetivas materializadas no grupo focal (SERVO; ARAÚJO, 2012), realizado com as bolsistas do Programa. Os resultados demonstram que as sequências didáticas foram fortemente influenciadas pelas preferências subjetivas de suas desenvolvedoras.

Biografia do Autor

Paulo Henrique Espuri, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Mestrando em Estudos da Linguagem na Universidade Estadual de Londrina, graduado em Letras Anglo-Portuguesas pela Universidade Estadual do Norte do Paraná, campus de Cornélio Procópio, possuindo experiência de três anos no desenvolvimento de pesquisas custeadas pela Fundação Araucária na área de Linguística Aplicada ao Ensino de Língua Inglesa (Programa de Iniciação Científica). No momento, atua como professor de língua inglesa nos níveis básico, intermediário e avançado em um instituto de idiomas e na Universidade Estadual do Norte do Paraná, inserido no Programa Paraná Fala Inglês. 

Eliane Segati Rios Registro, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Doutora em Estudos da Linguagem - língua estrangeira - pela UEL (2013), Mestre em Estudos da Linguagem - língua estrangerira - pela UEL(2010), possui especialização em Língua Inglesa pela Universidade Estadual de Londrina(2000) e graduação em Letras Anglo Portuguesas pela Fundação Faculdade Estadual de Filosofia Ciências Letras Cornélio Procópio - UENP - (1999). Atualmente é coordenadora do curso de Letras: português-inglês, coordenadora da Especialização em Ensino de Língua Inglesa, Coordenadora geral do Programa Ciência sem Fronteiras e professora efetiva da UENP - Universidade Estadual do Norte do Paraná no campus de Cornélio Procópio, atuando nas disciplinas de Língua Inglesa, Literatura de Língua Inglesa e Estágio Supervisionado. É líder do grupo de pesquisa GETELIN/LI - Gêneros textuais e ensino de língua inglesa. Tem experiência na área de Letras em nível de graduação e pós-graduação, com ênfase em Língua Inglesa, Literaturas de Língua Inglesa e Fomação de Professores de LI atuando principalmente nos seguintes temas: linguagem, gêneros textuais, pesquisa, literatura inglesa, formação de professores de língua inglesa. 

Downloads

Publicado

2015-08-14

Edição

Seção

Artigo