Metaforicidade: um aspecto do gênero

Autores

  • Dalby Dienstbach Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-8412.2017v14n1p1767

Palavras-chave:

Metáfora, Metaforicidade, Metáfora adormecida, Gênero discursivo

Resumo

O objetivo deste trabalho é avançar as discussões sobre uma propriedade específica das metáforas que, até hoje, constitui um caso em aberto: a metaforicidade. O que se busca são elaborar uma definição dessa propriedade que seja consistente com postulados correntes sobre as metáforas a partir da teoria conceptual (cf. LAKOFF; JOHNSON, 1980 e LAKOFF, 1993) e investigar os fatores (cognitivos e discursivos) responsáveis pela sua determinação. Para tanto, traça-se um panorama crítico de alguns estudos que têm se debruçado sobre essa propriedade nos últimos trinta anos, aproximadamente. Como resultado, chega-se a um conceito amplo de metaforicidade – como sendo a possibilidade de reconhecimento das metáforas como tais –, que toma a noção de gênero como principal base epistemológica. Por fim, discute-se como o conceito de metaforicidade, definido nos termos propostos aqui, se coloca – em termos teóricos e práticos – à disposição de tarefas de identificação e da análise das metáforas no discurso.

Biografia do Autor

Dalby Dienstbach, Universidade Federal Fluminense

Doutorado em Estudos da Linguagem; linha de Teoria e Análise Linguística; concentração em Linguística Cognitiva.

Downloads

Publicado

2017-03-01

Edição

Seção

Artigo