Tipos de linearização tópica na Gramática Textual-Interativa

Autores

  • Eduardo Penhavel Universidade Estadual Paulista - UNESP
  • Aline Gomes Garcia Universidade Estadual Paulista - UNESP

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-8412.2017v14n1p1792

Palavras-chave:

Organização tópica, Tópico discursivo, Sequenciamento tópico

Resumo

No presente artigo, focalizamos o processo de Organização Tópica, um dos processos de construção do texto distinguidos pela Gramática Textual-Interativa, quadro teórico-metodológico em que o trabalho se insere. Mais especificamente, tratamos de uma parte da Organização Tópica, a saber, a linearização tópica, que consiste no encadeamento das unidades textuais chamadas de “Segmentos Tópicos mínimos”. Discutimos a tipologia de formas de linearização tópica proposta por Jubran (2006), avaliando em que medida essa tipologia é adequada para a análise de gêneros textuais diferentes do gênero contemplado no trabalho em que a autora apresenta sua proposta. A esse respeito, procuramos mostrar que a tipologia elaborada por Jubran, em linhas gerais, é adequada para a análise de gêneros textuais diferentes do previsto no trabalho inicial da autora e procuramos demonstrar, por outro lado, a relevância da inclusão de algumas especificações nessa tipologia, para possibilitar uma descrição mais detalhada de gêneros textuais diversos.

Biografia do Autor

Eduardo Penhavel, Universidade Estadual Paulista - UNESP

Formou-se em Licenciatura em Letras, em 2002, pela Universidade Estadual Paulista - UNESP. Por essa mesma universidade, em 2005 concluiu o mestrado em Estudos Linguísticos, desenvolvendo sua Dissertação na área de Gramática Funcional. Em 2010, obteve o título de doutor em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP, com Tese defendida na área de Linguística Textual, tendo desenvolvido parte da pesquisa de doutorado na Universidade de Boston, EUA. Atualmente, é professor da UNESP, campus de São José do Rio Preto, onde trabalha nos cursos de Licenciatura em Letras e Bacharelado em Tradução e nos cursos de Mestrado e Doutorado em Estudos Linguísticos. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Linguística Textual e Gramática Discursivo-Funcional, atuando principalmente nos seguintes temas: Organização Tópica, Marcadores Discursivos, Diacronia de Processos de Construção Textual, Gramática Textual-Interativa e Atos Discursivos Interativos.

Aline Gomes Garcia, Universidade Estadual Paulista - UNESP

Graduada em Licenciatura em Letras (2015), pela Universidade Estadual Paulista - UNESP. Atualmente é aluna do programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos do Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas - IBILCE/UNESP, desenvolvendo mestrado acadêmico na área de Análise Linguística, com enfoque no estudo do texto sob o olhar da Linguística Textual.

Downloads

Publicado

2017-03-01

Edição

Seção

Artigo