Relações entre componentes da prática escolar e de práticas não-escolares

Autores

  • Edmilson Rafael Universidade Federal de Campina Grande - UFCG

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-8412.2017v14n1p1823

Palavras-chave:

Prática escolar, Ensino de língua, Virtualidade, Materiais didáticos

Resumo

O contexto problematizador, no qual se insere o presente trabalho, é o da necessidade de incorporação de produtos digitais na prática escolar. Uma de nossas ações de enfrentamento dessa problemática foi a oferta de um Curso de Extensão, destinado a alunos de graduação em Letras e professores da educação básica, no Estado da Paraíba, cujo objetivo foi conduzir os participantes à produção de blogs pedagógicos. Nesse trabalho, investigamos a forma como construímos, nesse Curso, a relação entre componentes da prática escolar e de práticas não escolares. Orientados por um conceito sociológico de prática escolar e de virtualidade, a análise apoia-se em dados oriundos de dois documentos do referido Curso: o Plano de Curso e o Relatório Final de Atividades. Os resultados indicam que as relações construídas são de complementariedade e de acomodação entre conhecimentos e instrumentos específicos das práticas escolar e digital.

 

 

Biografia do Autor

Edmilson Rafael, Universidade Federal de Campina Grande - UFCG

Professor Associado IV de Língua Portuguesa e Linguística da Unidade Acadêmica de Letras e do Programa de Pós-Graduação em Linguagem e Ensino / Universidade Federal de Campina Grande - PB.

Publicado

2017-03-01

Edição

Seção

Artigo