Variantes de cambalhota e de bolinha de gude de capitais do nordeste nos dicionários eletrônicos Houaiss e Aurélio: uma análise metalexicográfica a partir dos dados do ALiB

Autores

  • Rodrigo Alves Silva Universidade Federal do Piauí
  • Marcelo Alessandro Limeira dos Anjos Universidade Federal do Piauí

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-8412.2018v15n1p2860

Palavras-chave:

Regionalismos, Dicionário Houaiss, Dicionário Aurélio, ALiB

Resumo

Este trabalho se propõe a analisar as variantes de cambalhota e de bolinha de gude nos dicionários eletrônicos Houaiss e Aurélio. O objetivo geral é analisar, nos referidos dicionários, o tratamento dado aos regionalismos citados, contrapondo-os aos dados do ALiB. Para tanto, estabeleceu-se um confronto entre as informações trazidas nos três materiais, sobretudo quanto à localização geográfica, a fim de perceber convergências e divergências. Os dados apontam poucas convergências entre as informações trazidas no ALiB e nos dicionários. As informações encontradas nos dicionários, em sua maioria, divergem do ALiB. Com isso, nota-se a necessidade de atualização das obras lexicográficas no tratamento de regionalismos, utilizando como base as pesquisas dialetológicas.

Biografia do Autor

Rodrigo Alves Silva, Universidade Federal do Piauí

Graduado em Letras Português pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Mestrando em Letras pela mesma instituição.

Marcelo Alessandro Limeira dos Anjos, Universidade Federal do Piauí

Possui graduação em Licenciatura Plena em Letras Português pela Universidade Federal do Piauí (2003), mestrado em Letras pela Universidade Federal do Piauí (2006) e doutorado em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais (2012). Atualmente é professor adjunto- nível 1 na Universidade Federal do Piauí. Atua, na graduação, com as seguintes disciplinas: Língua Latina e Formação e Evolução da Língua Portuguesa. Na pós-graduação, atua com as disciplinas: Introdução à Lexicografia e Gramática Tradicional: ensino e historiografia.

Downloads

Publicado

2018-04-09

Edição

Seção

Artigo