Metáforas militares e construção da bipolaridade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-8412.2018v15n4p3427

Palavras-chave:

Teoria da Metáfora Conceptual, Análise Crítica da Metáfora, Transtorno Bipolar

Resumo

Este trabalho busca investigar a emergência de metáforas conceptuais em textos publicados na Revista Debates em Psiquiatria entre os anos de 2011 e 2015 cuja temática gira em torno do transtorno bipolar. Os objetivos deste texto são investigar quais metáforas poderiam ser deduzidas a partir das expressões linguísticas utilizadas pela classe médica em matérias acerca do transtorno bipolar, além de analisar como a expressão da experiência psiquiátrica relacionada a uma suposta doença mental pode dar indícios sobre sua conceptualização. O trabalho assume a metáfora não como simples figura retórica, mas como uma operação cognitiva fundamental que, a partir dos estudos seminais de Lakoff e Johnson, passa a ser percebida como componente essencial da linguagem cotidiana e do modo ordinário de conceptualizar o mundo.Os resultados apontam que a conceptualização da suposta doença baseia-se em um número relativamente pequeno de domínios-fonte com prevalência do domínio guerra.

Biografia do Autor

Camila de Almeida Lara, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Linguística da UFSC.

Fábio Luiz Lopes da Silva, UFSC

Doutoranda em Linguística - UFSC

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE TRANSTORNO BIPOLAR. Disponível em: http://www.abtb.org.br/transtorno.php. Acesso em: 15 nov. 2015.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PSIQUIATRIA. Disponível em: http://www.abp.org.br/portal. Acesso em: 15 nov. 2015.

BASTOS LIMA, Alexandre et al. Transtorno Afetivo bipolar em idosos. Revista Debates em Psiquiatria. v. 2, n 3, mai/jun 2012, p. 30-33. Disponível em: http://www.abp.org.br/download/revista_debates_9_mai_jun_2012.pdf. Acesso em: 09 mar. 2015.

BRZOZOWSKI, F. S. Explicações reducionistas no discurso científico sobre o transtorno de déficit de atenção com hiperatividade desde 1950. 2013. 283 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva, Florianópolis, 2013.

CAPONI, S. Loucos e degenerados: uma genealogia da psiquiatria ampliada. Rio de Janeiro: FIOCRUZ, 2012.

CARVALHO, A. F. Novos alvos terapêuticos para o transtorno bipolar. Revista Debates em Psiquiatria, v. 4, n 2., mar./abr. 2014 p. 26-31. Disponível em: http://www.abp.org.br/download/2014/RDP2.pdf. Acesso em: 15 mar. 2015.

CHARTERIS-BLACK, J. Corpus approaches to critical metaphor analysis. Hampshire: Palgrave Macmillan, 2004.

COSTA, É.; SILVA, A. G. A adesão terapêutica no transtorno Bipolar. Revista Debates em Psiquiatria, ano 01, n.5, p. 08-11, set./out. 2011. Disponível em: http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:2vU2LKPXqHAJ:www.abp.org.br/download/revista_debates_5.pdf+&cd=2&hl=pt-vR&ct=clnk&gl=br. Acesso em: 10 mar. 2015.

DE AGUIAR, A. A. A Psiquiatria no divã: entre as ciências da vida e a medicalização da existência. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2004.

FOUCAULT, M. Doença mental e psicologia. Trad. de Lilian Rose Shalders. 2. ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1975.

FOUCAULT, M. O poder psiquiátrico: curso dado no Collège de France (1973-1974). São Paulo: Martins Fontes, 2006.

GUEDELHA, C. A. M. A metaforização da Amazônia em textos de Euclides da Cunha. 2013. 317 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Linguística, Florianópolis, 2013.

HAUSER, D. J.; SCHWARZ, N. The war on prevention: bellicose cancer metaphors hurt (some) prevention intentions. Personality and Social Psychology Bulletin, v. 41, n. 1, p. 66-77, 2015. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/267742043. Acesso em: 12 jan. 2017

LAFER, B.; NERY, F. G. Tratamento da depressão bipolar. Revista Debates em Psiquiatria. v.5, p. 14-20, 2011. Disponível em: http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:2vU2LKPXqHAJ:www.abp.org.br/download/revista_debates_5.pdf+&cd=2&hl=pt-vR&ct=clnk&gl=br. Acesso em: 10 mar. 2015.

LAKOFF, G. Women, fire and dangerous things: what categories reveal about the mind. Chicago: The University of Chicago Press, 1987.

LAKOFF, G.; JOHNSON, M. Metáforas da vida cotidiana. Coord. de trad. Mara Sophia Zanotto. Campinas: Mercado das Letras; São Paulo: WDUC, 2002. (Coleção As Faces da Linguística Aplicada).

LAKOFF, G.; JOHNSON, M. Metaphors we live by. London: University of Chicago Press, 2008.

LAKOFF, G.; JOHNSON, M. Philosophy in the Flesh. New York: Basic Books.1999.

LANDAU, M. E.; ROBINSON, M. D.; MEIER, B. P. The power of metaphor: examining its influence on social life. Washington, DC: American Psychological Association, 2014.

LANGDON, E. J. Cultura e os processos de saúde e doença. In: SEMINÁRIO CULTURA, SAÚDE E DOENÇA, 2003, Londrina. Anais... Londrina, Ministério da Saúde; Universidade Estadual de Londrina, e Secretaria Municipal de Ação Social/Prefeitura Municipal de Londrina, 2003. p. 91-107.

LIMA, M. S. de et al. Epidemiologia do transtorno bipolar. Archives of Clinical Psychiatry, 2005. Disponível em: http://www.repositorio.unifesp.br/bitstream/handle/11600/2365/S0101- 60832005000700003.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 11 fev. 2017

MARTINS, B. S. The reinvention of disability: new metaphors in the nature of bodies. Fractal: Revista de Psicologia, v. 27, n. 3, p. 264-271, 2015.

MORENO, D. H.; MORENO, R. A. Tratamento de episódios maníacos e mistos. Revista Debates em Psiquiatria, v.6. p. 06-17, 2011. Disponível em: http://www.abp.org.br/download/revista_debates_6.pdf . Acesso em 10 mar. 2015

MORENO, R; A. et al. Transtorno bipolar: uma doença heterogênea que requer uma perspectiva mais ampla de abordagem. Revista Debates em Psiquiatria, ano 2, n. 6. p. 26-30, 2012. Disponível em: http://www.abp.org.br/download/revista_debates11_set_out_2012.pdf. Acesso em 10 mar. 2015.

ROUDINESCO, E. Por que a psicanálise? Trad. de Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Zahar, 2000.

SARDINHA, T. B. Metáfora. São Paulo: Parábola, 2007.

SEMINO, E. et al. The online use of Violence and Journey metaphors by patients with cancer, as compared with health professionals: a mixed methods study. BMJ Supp Palliative Care. V. 7, p. 60-66. 2017. Disponível em: https://spcare.bmj.com/content/bmjspcare/early/2015/03/05/bmjspcare-2014-000785.full.pdf. Acesso em 27 fev. 2017

SERPA, G. et. al. Tratamento de prevenção secundária. Revista Debates em Psiquiatria, v.6. p. 34-45, 2011. Disponível em: http://www.abp.org.br/download/revista_debates_6.pdf. Acesso em: 10 mar. 2015

SILVA, A. G. et al. Especial transtorno Bipolar. Revista Debates em Psiquiatria, ano 1, n. 5. p. 5. 2011. Disponível em: http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:2vU2LKPXqHAJ:www.abp.org.br/download/revista_debates_5.pdf+&cd=2&hl=pt-vR&ct=clnk&gl=br. Acesso em: 10 mar. 2015.

SILVA, A. G. da; BUENO, J. R. Psiquiatria em teoria e prática. [Editorial]. Debates em Psiquiatria, ano 3. n. 2. p. 3, mar./abr. 2013. Disponível em: http://www.abp.org.br/download/revista_debates_14_web_.pdf. Acesso em: 14 mar. 2015.

SONTAG, S. A doença como metáfora. Tradução de Márcio Ramalho. Rio de Janeiro: Graal, 1984.

VARELA, R. B et al. Modelo animal induzido por anfetamina como método de identificação de novos alvos terapêuticos para o transtorno bipolar. Revista Debates em Psiquiatria. Ano 4, nº 2. 2014 p. 06-11. Disponível em: http://www.abp.org.br/download/2014/RDP2.pdf. Acesso em:15 mar. 2015.

VEREZA, S. C. O lócus da metáfora: linguagem, pensamento e discurso. Cadernos de Letras da UFF, n. 41, p. 199-212, 2010. Disponível em: http://www.uff.br/cadernosdeletrasuff/41/artigo10.pdf. Acesso em: 29 fev. 2016.

VEREZA, S. C. “Metáfora é que nem...”: cognição e discurso na metáfora situada. Signo. Santa Cruz do Sul, v. 38, n. 65, 2013.

ZANOTTO, M. S. T. Metáfora e indeterminação: abrindo a caixa de Pandora. In: PAIVA, V. L. M. O. (Org.). Metáforas do cotidiano. Belo Horizonte: Ed. do Autor, 1998. p. 13-38.

Downloads

Publicado

2018-12-28

Edição

Seção

Artigo