A epistemologia dialógica da análise linguística

Autores

  • Adriana Delmira Mendes Polato UNESPAR/FECILCAM - Universidade Estadual do Paraná - Campus de Campo Mourão
  • Renilson José Menegassi Universidade Estadual de Maringá - UEM

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-8412.2019v16n2p3742

Palavras-chave:

Análise Linguística, Epistemologia, Dialogismo,

Resumo

O artigo discute a epistemologia teórica da prática pedagógica de Análise Linguística (AL) na Linguística Aplicada do Brasil. Trata-se de abordagem documental e dialógica à compreensão da arquitetônica individual e conjunta de três textos fundantes dos pressupostos norteadores da proposição, refratada e refletida em conceitos que compõem a AL, dispostos em: O texto na sala de aula (GERALDI, 2006 [1984]), Criatividade e gramática (FRANCHI, 1987) e Portos de passagem (GERALDI, 2013 [1991]). Os resultados demonstram que a AL nasce oscilando entre as perspectivas cognitivista e dialógica (GERALDI, 2006 [1984]) e pende a uma perspectiva mais dialógica (GERALDI, 2013 [1991]), por meio da reenunciação pictórica de vozes teóricas consoantes (FRANCHI,1987) e de vozes dos teóricos do Círculo de Bakhtin. Decorre uma configuração teórica epistemológica dialógica, assentada em um tripé sobreposto de apreensões de ordem cognitiva, ética e estética, cujos fundamentos pragmático-pedagógicos e sociais direcionam-se à compreensão/produção valorada do discurso e à transformação de relações sociais.

Biografia do Autor

Adriana Delmira Mendes Polato, UNESPAR/FECILCAM - Universidade Estadual do Paraná - Campus de Campo Mourão

Professora de Língua Portuguesa e Prática de Ensino de Português do Departamento de Letras da UNESPAR - Câmpus de Campo Mourão

Renilson José Menegassi, Universidade Estadual de Maringá - UEM

Professor do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Estadual de Maringá - PLE/UEM.

Referências

ACOSTA-PEREIRA, R. A reenunciação e as visadas dialógico-valorativas no gênero jornalístico notícia: projeções e discursividade. Revista Eletrônica de divulgação Científica em Língua Portuguesa. Linguística e Literatura Letra Magna, ano 09, n. 16, p. , 2013. Disponível em: http://www.letramagna.com/art_16_12.pdf. Acesso em: 10 set. 2013.

ALMEIDA, M. J. Ensinar português. In: GERALDI, J. W. (org). O texto na sala de aula. 4. ed. São Paulo: Ática, 2006 [1984]. p. 9-15.

BAKHTIN, M. O problema do conteúdo, do material e da forma na criação literária. In: BAKHTIN, M. Questões de literatura e de estética: a teoria do romance. Tradução Aurora Fornoni Bernardini et al. São Paulo: Ed. da UNESP, 1988a. p. 13-70.

BAKHTIN, M. O discurso no romance. In: BAKHTIN, M. Questões de literatura e de estética: a teoria do romance. Tradução Aurora Fornoni Bernardini et al. São Paulo: Ed. da UNESP, 1988b. p. 71-210.

BAKHTIN, M. O autor e a personagem. In: BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. Tradução P. Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2003a. p. 13-70.

BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso. In: BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. Tradução P. Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2003b. p. 261-306.

BAKHTIN, M. O problema do texto na linguística, na filologia e em outras ciências humanas. In: BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. Tradução P. Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2003c. p. 307-336.

BAKHTIN, M. Metodologias das ciências humanas. In: BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. Tradução P. Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2003d. p. 393-410.

BAKHTIN, M. Questões de estilística no ensino de língua. Tradução Sheila Grillo e Ekaterina V. Américo. São Paulo: Editora 34, 2013.

BAKHTIN, M./VOLOCHINOV, V. Marxismo e filosofia da linguagem. Tradução de Michel Lahud e Yara F. Vieira. 12. ed. São Paulo: Hucitec, 2006.

BAKHTIN, M./ VOLOCHINOV, V. Estudo das ideologias e filosofia da linguagem. In: BAKHTIN, M./VOLOCHINOV, V. Marxismo e filosofia da linguagem. Tradução de Michel Lahud e Yara F. Vieira. 12. ed. São Paulo: Hucitec, 2006a. p. 31-38.

BAKHTIN, M./ VOLOCHINOV, V. Relação entre as infraestruturas e as superestruturas. In:BAKHTIN, M/VOLOCHINOV, V. Marxismo e filosofia da linguagem. Tradução Michel Lahud e Yara F. Vieira. 12. ed. São Paulo: Hucitec., 2006b. p. 39-47.

BAKHTIN, M./ VOLOCHINOV, V. A interação verbal. In: BAKHTIN, M/VOLOCHINOV, V. Marxismo e filosofia da linguagem. Tradução Michel Lahud e Yara F. Vieira. 12. ed. São Paulo: Hucitec, 2006c. p. 110-127.

BAKHTIN, M./ VOLOCHINOV, V. Tema e significação na língua. In: BAKHTIN, M/VOLOCHINOV, V. Marxismo e filosofia da linguagem. Tradução Michel Lahud e Yara F. Vieira. 12. ed. São Paulo: Hucitec, 2006d. p. 128-138.

BAKHTIN, M./ VOLOCHINOV, V. Teoria da enunciação e problemas sintáticos. In: BAKHTIN, M/VOLOCHINOV, V. Marxismo e filosofia da linguagem. Tradução Michel Lahud e Yara F. Vieira. 12. ed. São Paulo: Hucitec, 2006e. p. 139-143.

BAKHTIN, M./ VOLOCHINOV, V. Discurso de outrem. In: BAKHTIN, M/VOLOCHINOV, V. Marxismo e filosofia da linguagem. Tradução Michel Lahud e Yara F. Vieira. 12. ed. São Paulo: Hucitec, 2006f. p. 144-154.

BAKHTIN, M./ VOLOCHINOV, V. Discurso indireto, discurso direto e suas variantes. In: BAKHTIN, M/VOLOCHINOV, V. Marxismo e filosofia da linguagem. Tradução Michel Lahud e Yara F. Vieira. 12. ed. São Paulo: Hucitec, 2006g. p. 155-173.

BAKHTIN, M./ VOLOCHINOV, V. Discurso indireto livre em francês, alemão e russo. In: BAKHTIN, M/VOLOCHINOV, V. Marxismo e filosofia da linguagem. Tradução Michel Lahud e Yara F. Vieira. 12. ed. São Paulo: Hucitec, 2006h. p. 174-204.

BRAIT, B. Análise e teoria do discurso. In: BRAIT, B. (org.). Bakhtin – outros conceitos-chave. São Paulo: Contexto, 2008. p. 9-32.

BRAIT, B.; PISTORI, M.H.C. A produtividade do conceito de gênero em Bakhtin e o Círculo. Alfa, São Paulo, v. 56, n. 2, p. 371-401, 2012. Disponível em: http://seer.fclar.unesp.br/alfa/article/view/5531. Acesso em: 3 jun. 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: 1º e 2º ciclos do ensino fundamental. Brasília: MEC, 1998.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. Fundamentos pedagógicos e estrutura geral da BNCC. Brasília, DF, 2017. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=56621-bnccapresentacao-fundamentos-pedagogicos-estrutura-pdf&category_slug=janeiro-2017-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 10 jan. 2017.

DAHLET, P. Dialogização enunciativa e paisagens do sujeito. In: BRAIT, B. (org). Bakhtin, dialogismo e construção do sentido. 2 ed. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 2005.

FARACO, C. A. Autor e autoria. In: BRAIT, Beth. (org.). Bakhtin: conceitos-chave. 4. ed. São Paulo: Contexto, 2007. p. 37-60.

FRANCHI, C. Criatividade e gramática. Trabalhos em Linguística Aplicada, v. 9, p. 5-45, 1987. Disponível em: http://revistas.iel.unicamp.br/index.php/tla/article/view/3748. Acesso em: 15 jun. 2015.

GASPAROTTO, D.; MENEGASSI, J. R. A mediação do professor na revisão e reescrita de textos de aluno de Ensino Médio. Revista Calidoscópio, São Leopoldo, RS, v. 11, n.1, p. 2943, jan./abr., 2013. Disponível em: http://revistas.unisinos.br/index.php/calidoscopio/article/viewFile/cld.2013.111.04/1421. Acesso em: 13 set. 2016.

GERALDI, J. W. (org). O texto na sala de aula. 4. ed. São Paulo: Ática, 2006 [1984].

______. Portos de passagem. 5. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2013 [1991].

PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Diretrizes Curriculares da Educação Básica: Língua Portuguesa. Curitiba: SEED, 2008.

POLATO, A. D. M. Análise Linguística: do estado da arte ao estatuto dialógico. 2017. 231f. Tese (Doutorado em Letras) – Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2017. Disponível em: http://www.ple.uem.br/defesas/def_adriana_delmira_mendes_polato_do.html. Acesso em: 04 jan. 2018.

POLATO, A. D. M.; MENEGASSI, R. J. O estilo verbal como o lugar dialógico e pluridiscursivo das relações sociais: um estatuto dialógico para a análise linguística. Bakhtiniana - Revista de Estudos do Discurso, São Paulo, v. 12, p. 123-143, 2017. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/bakhtiniana/article/view/27809/22670. Acesso em: 19 set. 2017.

RUIZ, E. D. Como corrigir redações na escola: uma proposta textual-interativa. 1. reimp. São Paulo: Contexto, 2010.

SOBRAL, A. U.; GIACOMELLI, K. Memória, imprecisões, sentidos: em torno da proposta bakhtiniana de estudos da linguagem. Revista Linguagem & Ensino, Pelotas, RS, v. 21, n. esp., |VIII SENALE| p. 395-432, 2018. Disponível em: http://www.rle.ucpel.tche.br/index.php/rle/article/view/1971/1217. Acesso em: 25 jul. 2018.

VOLOCHINOV, V. N./ BAKHTIN, M. Discurso na vida e discurso na arte (sobre poética sociológica). Tradução Carlos Alberto Faraco e Cristóvão Tezza [para fins didáticos]. 1926. Versão da língua inglesa de I. R. Titunik a partir do original russo.

Downloads

Publicado

2019-08-01

Edição

Seção

Artigo