Mário de Andrade: Um (socio)linguista folk

Neila Barbosa de Oliveira Bonermann, Maria Inês Pagliarini Cox

Resumo


Este estudo foi inspirado pelo artigo de Paveau (2018) sobre a linguística folk e sobre a possibilidade de não linguistas produzirem saberes linguísticos. Fugindo ao binarismo cartesiano – linguistas versus não linguistas –, ela propõe um continuum que vai do linguista profissional ao homem comum. Foi impossível, no momento da leitura desse artigo, não pensar em Mário de Andrade como um linguista folk. Desejando estabelecer uma norma linguística brasileira, formalmente coerente com a expressão literária nacional, até então refém do padrão lusitano, o escritor modernista empenhou-se, numa visada globalizante, por meio do projeto da Gramatiquinha, para captar o falar médio dos brasileiros que identificaria falantes rurais e urbanos, das diversas regiões do país e de todas as classes sociais. No contínuo proposto por Paveau (2018), há um lugar para escritores e ensaístas que realizam descrições e intervenções no padrão linguístico. É nessa perspectiva que se reflete sobre enunciados de Mário que fazem dele uma espécie de sociolinguista avant la lettre


Palavras-chave


Mário de Andrade; Fala brasileira; Linguista folk

Texto completo:

PDF/A

Referências


AMARAL, Amadeu. O dialeto caipira. São Paulo: Hucitec, 1976 [1920].

ANDRADE, M. de. Poesias completas. Edição crítica Diléa Zanotto Manfio. Belo Horizonte: Villa Ricca, 1993.

ANDRADE, M. de. A Enciclopédia Brasileira. Edição crítica e estudo Flávia Camargo Toni. São Paulo: Giordano/EDUSP, 1993.

ANDRADE, M. de. A lição do amigo. Cartas de Mário de Andrade a Carlos Drummond de Andrade, anotadas pelo destinatário. Rio de janeiro: J. Olympio, 1982.

ANDRADE, M. de. Cartas a um jovem escritor: Cartas de Mário de Andrade a Fernando Sabino. Rio de Janeiro: Record, 1981.

ANDRADE, M. de. Cartas de Mário de Andrade a Manuel Bandeira. Rio de Janeiro: Organização Simões, 1958.

ANDRADE, M. de. Texto interpretativo. In: PINTO, E. P. (org.). A Gramatiquinha de Mário de Andrade - Texto e Contexto. São Paulo: Duas Cidades, 1990. p. 105-462.

ANDRADE, M. de. O empalhador de passarinho. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes; Brasília: INL, 1972.

ANDRADE, M. de. O movimento modernista. In: ANDRADE, M. de. Aspectos da literatura brasileira. 6. ed. Belo Horizonte: Editora Itatiaia, 2002. p. 252-280.

ANDRADE, M. de. Mário de Andrade. In: PINTO, E. P. (org.). O Português do Brasil: textos críticos e teóricos II (1920-1945). São

Paulo: EDUSP, 1981, p.131-186.

COSERIU, E. Lições de linguística geral. Rio de janeiro: Ed. Ao Livro Técnico S/A, 1980.

FARACO, C. A. Português: um nome, muitas línguas. (Programa Salto para o Futuro) Boletim 08, ano 18, p.3-11, maio 2008.

HYMES, D. On communicative competence. In: PRIDE, J. B.; HOLMES, J. (ed.). Sociolinguistics. Harmondsworth: Penguin, 1972. p. 269-285.

LAFETÁ, J. L M. 1930: A crítica e o modernismo. São Paulo: Livraria Duas Cidades, 1974.

LUCCHESI, D. Norma linguística e realidade social. In: BAGNO, M. Linguística da norma. São Paulo: Edições Loyola, 2004. p. 63-92.

MARROQUIM, M. A língua do nordeste: Alagoas e Pernambuco. Rio de Janeiro: Editora Nacional, 1934.

NASCENTES, A. O linguajar carioca. Rio de Janeiro: Organização Simões, 1953 [1922].

PAVEAU, M.-A. Não linguistas fazem linguística? Uma abordagem antieliminativa das ideias populares. Revista Policromias, UFRJ,

p. 21-45, 2018.

PINTO, E. P. (org.). O português do Brasil: textos críticos e teóricos II (1920-1945). São Paulo: EDUSP, 1981.

PINTO, E. P. A Gramatiquinha de Mário de Andrade - Texto e Contexto. São Paulo: Duas Cidades, 1990.

SAUSSURE, F. de. Curso de linguística geral. 2. ed. São Paulo: Cultrix, 2006.

TARALLO, F. A pesquisa sociolinguística. São Paulo: Ática, 1985. WEINREICH, U.; LABOV, W.; HERZOG, M.. Fundamentos empíricos para uma teoria da mudança linguística. São Paulo: Parábola,

[1968].

YAGUELLO, M. Não mexe com a minha língua! In: BAGNO, M. Norma linguística. São Paulo: Edições Loyola, 2001. p. 279-284.




DOI: https://doi.org/10.5007/1984-8412.2019v16n4p4271

Direitos autorais 2020 Fórum Linguístico

Creative Commons License

Esta publicação está regida por uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Fórum Linguístico, ISSNe 1984-8412, Florianópolis (Santa Catarina), Brasil