A degradação ambiental na percepção dos acadêmicos de um curso de administração: uma leitura do discurso a praxis

Jucelia Appio Tibola, Marialva Tomio Dreher, Paula Regina Zarelli Rocha

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2011v4n3p194

 

Neste artigo objetiva-se conhecer a percepção dos acadêmicos do curso de Administração da Universidade Paranaense (UNIPAR), de Francisco Beltrão/PR, em relação à degradação ambiental do município e identificar disciplinas e conteúdos que os sensibilizam para a importância do tema. Para tanto, consultou-se os planos de ensino e aplicou-se um questionário a 201 acadêmicos do supracitado curso. Constatou-se que, por um lado, a maioria dos acadêmicos preserva o pensamento tradicional de que o Estado é responsável pela preservação ambiental, por outro, considera a sociedade em geral como principal responsável pela degradação. Observou-se, ainda, que o currículo do curso precisa ampliar a discussão de assuntos relacionados à gestão ambiental, desenvolvimento sustentável, responsabilidade social e demais assuntos condizentes com a realidade contemporânea.


Palavras-chave


Meio ambiente; Curso de administração; Gestão ambiental.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1983-4535.2011v4n3p194

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Revista Gestão Universitária na América Latina - GUAL, ISSN 1983-4535, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial da Revista GUAL, encaminhe um e-mail para revistagual@gmail.com.

 This obra is licensed under a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.