A gestão colaborativa no processo formativo da EaD

Autores

  • Carla Cristina Dutra Búrigo Professora do Mestrado Profissional em Administração da Universidade Federal de Santa Catarina
  • Roseli Zen Cerny Universidade Federal de Santa Catarina
  • Graziela Gomes Stein Teixeira Universidade Federal de Santa Catarina
  • Leonardo Victor Marcelino Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/1983-4535.2016v9n1p165

Palavras-chave:

Cultura digital, Formação de professores, Gestão colaborativa

Resumo

Este artigo objetiva compreender, a partir do princípio da gestão colaborativa, o processo de desenvolvimento e de gestão do trabalho das equipes que atuam no planejamento e produção de cursos a distância. A proposta de investigação se fundamenta nos princípios conceituais do materialismo histórico dialético, que busca as causas mediatas e imediatas do fenômeno investigado, com o intuito de compreender as representações historicamente intrínsecas, conciliada com a matriz dialógica de Bakhtin, buscando a mediação entre o individual e o social. Neste estudo traremos as concepções da equipe de criação e desenvolvimento de materiais sobre a vivência do trabalho colaborativo. A equipe é constituída por profissionais da área de Design Educacional, de Hipermídia e de Vídeo. A relação de mediação da tomada de decisão coletiva e individual foi pontuada como a essência desta gestão, a partir da fala dos sujeitos entrevistados. Os resultados revelam que a tomada de decisão no âmbito individual e no coletivo pode ser potencializada a partir do trabalho em rede, compartilhado. Não é um trabalho fácil, pois há negações e aproximações de concepções, conflitos e convergências, expectativas e avanços. É neste processo que vivenciamos, experimentamos e vivificamos o coletivo que concebemos e acreditamos.

Biografia do Autor

Carla Cristina Dutra Búrigo, Professora do Mestrado Profissional em Administração da Universidade Federal de Santa Catarina

Possui Graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Santa Catarina (1986), Mestrado em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina (1997), Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2003) e Pós-Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2009). Atualmente é pesquisadora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pedagoga da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Professora Convidada do Programa de Pós-Graduação em Administração Universitária (PPGAU)/UFSC e Pesquisadora do Instituto de Pesquisas e Estudos em Administração Universitária (INPEAU)/UFSC. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação e Trabalho, atuando principalmente nos seguintes temas: educação e trabalho, educação, universidade pública federal brasileira, formação de professores e universidade. É integrante dos Grupos de Pesquisa: Formação do Professor para o MERCOSUL/CONE SUL (UFRGS) e Mídia-Educação e Comunicação Educacional (COMUNIC/ UFSC).

Roseli Zen Cerny, Universidade Federal de Santa Catarina

Professora do Departamento de Estudos Especializados em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina

Graziela Gomes Stein Teixeira, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina

Leonardo Victor Marcelino, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica da Universidade Federal de Santa Catarina

Downloads

Publicado

2016-04-13

Edição

Seção

Artigos