Intención emprendedora en contexto universitario brasileño

Autores

  • Roosiley dos Santos Souza Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) Universidade Nove de Julho (UNINOVE)
  • Amelia Silveira Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC

DOI:

https://doi.org/10.5007/1983-4535.2018v11n2p297

Palavras-chave:

Intención emprendedora, Entrepreneurial intention questionnaire (EIQ), Universidades federales brasileñas, Modelaje de ecuaciones estruturales (MEE), SmartPLS

Resumo

El objetivo fue validar el Entrepreneurial Intention Questionnaire (EIQ[1]), como medida de la intención emprendedora en contexto universitario brasileño. El EIQ revisado por Liñán, Urbano y Guerrero (2011) toma como base la Teoría del Comportamiento Planeado (TCP), de Azjen (1991). La investigación consideró la Universidade Federal de Mato Grosso do Sul y la Universidade Federal da Grande Dourados, en el estado de Mato Grosso do Sul, Brasil. Cuantitativa y descriptiva, fue realizada con 505 alumnos de graduación de los cursos de Administración y de Ingeniería de Producción, en las dos universidades. El Modelaje de Ecuaciones Estructurales (MEE), con mínimos cuadrados parciales y modelo de caminos y el software SmartPLS 2.0 M3 dieron sustentación a los procedimientos estadísticos. Los constructos presentaron relaciones positivas y significantes explicando 13% de la varianza de la AP, 21,2% del CCP y 57,3% de la IE. La relación entre la AP y la IE demostró la mayor fuerza, denotando el papel consolidado de la relación teórica. Los resultados indican que el EIQ fue validado, con prueba de las hipótesis, pudiendo ser considerado como modelo de medida para la intención emprendedora en el contexto de universidades brasileñas.

 


[1] Por su sigla en inglés y portugués.

Biografia do Autor

Roosiley dos Santos Souza, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) Universidade Nove de Julho (UNINOVE)

Mestre em Desenvolvimento Local pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) e Doutora em Administração pela Universidade Nove de Julho (UNINOVE). Professora Adjunta na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – Campus Pantanal, atuando nos cursos de administração, ciências contábeis e sistemas de informação. Membro do Colegiado de Curso, Comissão Especial de Estágio e Núcleo Estruturante do Curso de Administração – biênio 2015-2017. Líder de grupo no diretório de grupos de pesquisa no CNPQ certificado pela UFMS com o nome de “Laboratório de Internacionalização Empresarial, Empreendedorismo, Inovação e Sustentabilidade”. Permanece como pesquisadora em outros grupos de pesquisas na UFMS. Integrante da diretoria da Associação Nacional de Estudos em Empreendedorismo e Gestão de Pequenos Negócios (ANEGEPE) – biênio 2016 – 2018; Conselheira titular no Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente do município de Ladário (MS), representando a UFMS

Amelia Silveira, Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC

Mestre em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (ECA/USP). Pós-Doutor em Ciências de La Información (Universidad Complutense de Madrid) e Pós-Doutor em Administração (FEA/USP). Professor Titular da UFSC atuou no Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA), até 1998, quando se aposentou.Na Universidade Regional de Blumenau (FURB), de 1999 a 2012, desempenhou funções no Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGAD) e no Curso de Doutorado em Ciências Contábeis e Administração. Na Universidade Nove de Julho (UNINOVE), de 2011 a fevereiro de 2016, foi professor no Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA), no nível de Doutorado, e no Mestrado em Gestão e Práticas Educacionais (PROGEPE).

Desde março de 2016 integra o Doutorado em Administração na Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC), atuando na Área de Concentração em Sustentabilidade, Empreendedorismo, e Territorialidade, na  Linha de Pesquisa em Gestão Organizacional e Empreendedorismo, e no Grupo de Pesquisa em Sustentabilidade em Organizações.

Publicado

2018-06-11

Edição

Seção

Artigos