Google Acadêmico: uma opção para análise de citações dos periódicos brasileiros de contabilidade?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1983-4535.2020v13n2p140

Palavras-chave:

Citações, Revista, Contabilidade, Fatores de impacto

Resumo

Este artigo tem por objetivo identificar se o Google Acadêmico é uma opção para análise de citações dos artigos publicados nos periódicos brasileiros de contabilidade. Para isto, foram coletadas as citações de 1.810 artigos publicados entre 2007 e 2012 por quinze revistas brasileiras de contabilidade; a coleta foi feita via Google Scholar nos meses de abril anos de 2014, 2015 e 2016. O percentual de artigos não encontrados pelo Google Acadêmico apresentou uma tendência de queda ao longo do período: de 2,8% em abril de 2014 para 0,9% em abril de 2016. A frequência de artigos cuja contagem de citações caiu entre 2014 e 2016 foi de 1,6% da amostra. O coeficiente de correlação de postos de Spearman entre o Fator de Impacto de 5 anos do Spell e a média de citações dos artigos publicados entre 2008 e 2012 por revista é de rs = 0,918, embora o Google Acadêmico tenha recuperado um número de citações de 3 a 9 vezes maior por revista do que o Spell. A contribuição deste artigo permite que os pesquisadores e instituições conheçam as limitações e possibilidades do uso do Google Acadêmico nas pesquisas de análise de citações de artigos brasileiros e na análise do impacto das pesquisas.

Biografia do Autor

Sandro Vieira Soares, Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL e Centro Universitário Municipal de São José - USJ

Doutor em Controladoria e Contabilidade – Universidade de São Paulo - USP, Professor do Programa de Pós-Graduação em Administração – Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL, Professor do Curso de Ciências Contábeis – Centro Universitário Municipal de São José - USJ

Raimundo Nonato Lima Filho, Autarquia Educacional do Vale do São Francisco - AEVSF e Universidade de Pernambuco | Campus Salgueiro

Doutor em Controladoria e Contabilidade - USP, Doutor em Administração - UFBA, Professor da Autarquia Educacional do Vale do São Francisco - AEVSF e da Universidade de Pernambuco | Campus Salgueiro

Silvia Pereira de Castro Casa Nova, Universidade de São Paulo - USP

Pós-doutora pela University of Minnesota, Pós-doutora pela Fundação Getúlio Vargas, Doutora em Controladoria e Contabilidade – USP, Professora Titular no Departamento de Contabilidade e Atuária na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade – USP

Referências

AMARA, N.; LANDRY, R. Counting citations in the field of business and management: Why use Google Scholar rather than the Web of Science. Scientometrics, v. 93, n. 3, p. 553-581, 2012.

ARAGÃO, I. R. B. N.; OLIVEIRA, J. R. S.; LIMA, G. A. S. F. Ressonância de Artigos e Fator de Impacto de Periódicos Brasileiros de Contabilidade. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade (REPeC), v. 8, n. 1, p. 5-21, 2014.

BAKKALBASI, N. et al. Three options for citation tracking: Google Scholar, Scopus and Web of Science. Biomedical digital libraries, v. 3, n. 1, p. 7, 2006.

BAR-ILAN, J. Which h-index? - A comparison of WoS, Scopus and Google Scholar. Scientometrics, v. 74, n. 2, p. 257-271, 2008.

BAR-ILAN, J. Citations to the “Introduction to informetrics” indexed by WOS, Scopus and Google Scholar. Scientometrics, v. 82, n. 3, p. 495-506, 2010.

BARBETTA, P. A. Estatística aplicada às Ciências Sociais. 6. ed. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2006.

BERGMAN, E. M. L. Finding citations to social work literature: The relative benefits of using Web of Science, Scopus, or Google Scholar. The journal of academic librarianship, v. 38, n. 6, p. 370-379, 2012.

BORNMANN, L. et al. Convergent validity of bibliometric Google Scholar data in the field of chemistry - Citation counts for papers that were accepted by Angewandte Chemie International Edition or rejected but published elsewhere, using Google Scholar, Science Citation Index, Scopus, and Chemical Abstracts. Journal of informetrics, v. 3, n. 1, p. 27-35, 2009.

CHAN, K. C.; CHANG, C.; CHANG, Y. Ranking of finance journals: Some Google Scholar citation perspectives. Journal of Empirical Finance, v. 21, p. 241-250, 2013.

DELGADO-LÓPEZ-CÓZAR, E.; CABEZAS-CLAVIJO, A. Ranking journals: could Google scholar metrics be an alternative to journal citation reports and Scimago journal rank? Learned publishing, v. 26, n. 2, p. 101-113, 2013.

FÁVERO, L. P.; BELFIORI, P. Manual de análise de dados - estatística e modelagem multivariada com Excel, SPSS e Stata. Rio de Janeiro: Elsevier, 2017.

FIELD, A. Descobrindo a estatística usando SPSS. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

GARCÍA‐PÉREZ, M. A. Accuracy and completeness of publication and citation records in the Web of Science, PsycINFO, and Google Scholar: A case study for the computation of h indices in Psychology. Journal of the Association for Information Science and Technology, v. 61, n. 10, p. 2070-2085, 2010.

HARZING, A. A preliminary test of Google Scholar as a source for citation data: a longitudinal study of Nobel prize winners. Scientometrics, v. 94, n. 3, p. 1057-1075, 2013.

JACSO, P. As we may search - comparison of major features of the Web of Science, Scopus, and Google Scholar citation-based and citation-enhanced databases. Current Science, v. 89, n. 9, p. 1537-1547, 2005a.

JACSO, P. Comparison and analysis of the citedness scores in Web of Science and Google Scholar. Lecture Notes in Computer Science, v. 3815, p. 360-369, 2005b.

KOUSHA, K.; THELWALL, M. Google Scholar citations and Google Web/URL citations: A multi‐discipline exploratory analysis. Journal of the Association for Information Science and Technology, v. 58, n. 7, p. 1055-1065, 2007.

KOUSHA, K.; THELWALL, M. Sources of Google Scholar citations outside the Science Citation Index: A comparison between four science disciplines. Scientometrics, v. 74, n. 2, p. 273-294, 2008.

KULKARNI, A. V. et al. Comparisons of citations in Web of Science, Scopus, and Google Scholar for articles published in general medical journals. Jama, v. 302, n. 10, p. 1092-1096, 2009.

MARTELL, C. A citation analysis of college & research libraries comparing Yahoo, Google, Google Scholar, and ISI Web of Knowledge with implications for promotion and tenure. College & Research Libraries, v. 70, n. 5, p. 460-473, 2009.

MEHO, L. I.; YANG, K. Impact of data sources on citation counts and rankings of LIS faculty: Web of Science versus Scopus and Google Scholar. Journal of the Association for Information Science and Technology, v. 58, n. 13, p. 2105-2125, 2007.

MINGERS, J.; LIPITAKIS, E. A. Counting the citations: a comparison of Web of Science and Google Scholar in the field of business and management. Scientometrics, v. 85, n. 2, p. 613-625, 2010.

NORUZI, A. Google Scholar: the new generation of citation indexes. Libri, v. 55, n. 4, p. 170-18, 2005.

ONYANCHA, O. B. A citation analysis of sub-Saharan African library and information science journals using Google Scholar. African Journal of Library, Archives and Information Science, v. 19, n. 2, p. 101-116, 2009.

ORTEGA, J. L.; AGUILLO, I. F. Microsoft academic search and google scholar citations: Comparative analysis of author profiles. Journal of the Association for Information Science and Technology, v. 65, n. 6, p. 1149-1156, 2014.

PACKER, A. (2014). SciELO Citation Index no Web of Science. Disponível em http://blog.scielo.org/blog/2014/02/28/scielo-citation-index-no-web-of-science/. Acesso em: em 20 ago. 2017.

PAULY, D.; STERGIOU, K. I. Equivalence of results from two citation analyses: Thomson ISI’s Citation Index and Google’s Scholar service. Ethics in Science and Environmental Politics, v. 2005, p. 33-35, 2005.

PERKEL, Jeffrey. The Future of Citation Analysis. 2005. Disponível em: https://www.the-scientist.com/tribute/the-future-of-citation-analysis-48241. Acesso em: 23 out. 2005.

SAMPIERI, R. H.; COLLADO, C. F.; LUCIO, M. P. B. Metodologia de pesquisa. 5. ed. Porto Alegre: Penso, 2013.

SANNI, S. A.; ZAINAB, A. N. Google Scholar as a source for citation and impact analysis for a non-ISI indexed medical journal. Malaysian Journal of Library & Information Science, v. 15, n. 3, p. 35-51, 2010.

SCHROEDER, R. Pointing users toward citation searching: using Google Scholar and Web of Science. Libraries and the Academy, v. 7, n. 2, p. 243-248, 2007.

ŠEMBER, M.; Utrobičić, A.; Petrak, J. Croatian medical journal citation score in web of science, scopus, and google scholar. Croatian medical journal, v. 51, n. 2, p. 99-103, 2010.

SOARES, S. V.; CASA NOVA, S. P. C. O qualis reflete o impacto dos artigos de revistas brasileiras de contabilidade? Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, v. 6, n. 3, p. 6-23, 2016.

SOARES, S. V. Diga-me quantos te citam, e eu te direi quem és - Estudo sobre as citações no âmbito da pesquisa contábil brasileira. Tese de doutorado em Controladoria e Contabilidade, Programa de Pós-Graduação em Controladoria e Contabilidade, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, 2017.

SOUZA, J. V.; ENSSLIN, S. R.; ENSSLIN, L. Panorama dos periódicos vinculados à área contábil quanto ao reconhecimento da sociedade científica. In: CONGRESSO USP DE CONTROLADORIA E CONTABILIDADE, 12., 2012, São Paulo. Anais... São Paulo: FEA/USP, 2012.

SPELL. Impacto. Disponível em: http://www.spell.org.br/impacto/ajuda. Acesso em: 20 ago. 2017.

TRIOLA, M. F. Introdução a estatística. 12. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2017.

Publicado

2020-05-28

Edição

Seção

Artigos