Modelos de educação geral na experiência universitária americana

José Camilo dos Santos Filho

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2010v3n1p57

 

Em conseqüência da descentralização e da flexibilidade do sistema de educação superior e da grande autonomia das instituições universitárias nos Estados Unidos, não há obrigação legal de adoção de um programa de educação geral comum ou padrão para todo o país ou para todo um Estado da Federação. Por um lado, as instituições gozam de ampla liberdade e autonomia para conceberem seus programas de educação geral, o que tem levado a uma considerável variedade de abordagens institucionais da educação geral. Por outro lado, esse processo não impositivo tem levado ao longo do tempo a uma progressiva homogeneização básica de pressuposições e padrões semelhantes, mediante o processo de imitação dos programas das instituições de maior prestígio nacional. Robert Newton (2000) destaca esse caráter descentralizador e flexível da educação superior americana e a existência de quase tantos programas de educação geral quantos são os `colleges` e universidades do país. No entanto, acredita que, descartando-se os detalhes desses programas, podem emergir certas pressuposições e padrões esclarecedores. Desse modo, Newton propõe três abordagens que, no seu entender, podem fornecer um contexto para o planejamento, a compreensão e o aprimoramento de programas de educação geral. Os três modelos de educação geral dominantes atualmente nas universidades e ´colleges´ americanos são: o modelo centrado na disciplina acadêmica, o centrado nos Grandes Livros e o centrado na formação do cidadão efetivo. O propósito deste trabalho é analisar esses três modelos de educação geral adotados por essas instituições, destacando suas raízes históricas e as características básicas de cada um, à luz dos princípios subjacentes aos programas de educação geral. Cabe salientar que a discussão teórica e a prática efetiva de mais de cem anos de educação geral nas instituições de educação superior americanas têm significativa relevância para as instituições brasileiras de educação superior que só em momentos esporádicos de sua história têm confrontado esse problema.


Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1983-4535.2010v3n1p57

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Revista Gestão Universitária na América Latina - GUAL, ISSN 1983-4535, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial da Revista GUAL, encaminhe um e-mail para revistagual@gmail.com.

 This obra is licensed under a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.