A gestão do brand equity no marketing educacional

Suzana Kazue Kagawa, Valesca Persch Reichelt

Resumo


O objetivo desse estudo foi identificar os fatores que motivam e influenciam um aluno a permanecer em uma IES– Instituições de Ensino Superior, através dos conceitos de marketing aplicados ao marketing educacional junto a uma pesquisa realizada com 508 alunos da Uergs – Universidade Estadual do Rio Grande do Sul, matriculados no segundo semestre de 2013. Dentre os referenciais teóricos: Philip Kotler no estudo de estratégias em gestão do brand equity, Sonia Simões Colombo em marketing educacional e Valter Afonso Vieira em escalas de marketing. Já a pesquisa de atitudes foi baseada em Mattar (2003) cujo resultado da análise foi obtido através da aplicação de um questionário de escalas Likert com construtos que possibilitaram identificar quais são os desejos, necessidades e percepções positivas em relação às expectativas dos atuais alunos nos aspectos cognitivo, afetivo e comportamental, bem como a percepção da imagem e da qualidade da Uergs na visão desses alunos. E assim foram identificados os pontos fortes que possibilitam fortalecer a sua imagem no mercado educacional e os pontos fracos que podem ser melhorados com uma gestão do brand equity sem perder o foco na qualidade e no seu principal produto, o conhecimento.


Palavras-chave


Brand equity; Marketing educacional; Pesquisa de atitudes e imagem

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1983-4535.2016v9n3p269

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Revista Gestão Universitária na América Latina - GUAL, ISSN 1983-4535, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial da Revista GUAL, encaminhe um e-mail para revistagual@gmail.com.

 This obra is licensed under a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.