Novas exigências de formação

Antônio Fausto Neto

Resumo


 

Examina-se fatores que impõem novas exigências de processos formativos do jornalista, a partir do cenário da “sociedade midiatizada”, cujas dinâmicas e processos causam alterações na cultura e rotinas jornalísticas, na própria atividade “protagonica” dos seus atores e, respectivamente em características identitárias da profissão. Sublinha-se que decisão jurídica em considerar desnecessário o diploma universitário, para o exercício da profissão, é apenas um dos elementos deste processo, que faz emergir interrogações, mas também desenha debates acerca de outros formativos curriculares que reforçam a exigência de diplomas e certificação universitários.


Palavras-chave


Jornalismo; Midiatização; Reconhecimento; Journalism; Mediatization; Recognition

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-6924.2009v6n2p149

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons