Piauí, em busca do leitor perdido

Paulo Bernardo Ferreira Vaz, André Góes Mintz

Resumo


 

Compreendendo o sujeito-leitor contemporâneo como aquele que transita em um denso ambiente tipográfico no qual se multiplicam textos e práticas de leituras diversas, este artigo indaga sobre a forma de convivência e a natureza de práticas revivescentes instauradas pela revista Piauí ao deslocar fronteiras da leitura. Centrando na interação sensível entre o leitor e a publicação, propõe-se a investigar a maneira pela qual a revista se articula graficamente na proposição de uma experiência de leitura diferenciada, desbravando novos territórios do meio impresso.


Palavras-chave


Leitura; produção editorial; tipografia; experiência.

Texto completo:

artigo


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-6924.2014v11n1p277

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons