Seleção Brasileira, identificação nacional e imprensa: a representação do “Mineiratzen” na Folha de S. Paulo e O Globo

Francisco Angelo Brinati

Resumo


O esporte, entre as suas diversas variantes, também é meio de expressão das construções imaginárias acerca da identidade nacional. O futebol atua como um elemento aglutinador de raças e classes e é uma importante maneira de influenciar a visão que o brasileiro tem de si próprio. No Brasil, a seleção funciona como instrumento unificador de nação, representante da cultura nacional. O trabalho, um estudo sobre Comunicação e Esporte, pretende fazer uma análise do discurso dos jornais impressos O Globo e Folha de São Paulo no dia seguinte à derrota do selecionado nacional para a Alemanha na Copa do Mundo de 2014. Busca-se, uma vez que se percebera o vínculo simbólico entre o conceito de nação e o desempenho da seleção nacional de futebol, entender como foram construídas as representações da equipe e os jogadores diante do revés sofrido dentro de campo.


Palavras-chave


Imprensa; Representação; Discurso; Seleção Brasileira; Copa do Mundo

Texto completo:

artigo


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-6924.2014v11n2p402

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons