Imprensa Negra: descobertas para o jornalismo brasileiro

Isabel Cristina Clavelin da Rosa

Resumo


 

Vinte e cinco anos após o surgimento da atividade jornalística no Brasil, em 1808, a imprensa negra iniciava a sua operação por meio do jornal O Homem de Cor, editado por Francisco Paula Brito. Produções jornalísticas feitas para negros e sobre negros, os jornais da imprensa negra representam a conquista de enunciação própria da comunidade negra num período de tempo compreendido da escravização ao terceiro milênio. Neste artigo, é recuperada parte dessa trajetória, aportando novos elementos ao Jornalismo brasileiro.


Palavras-chave


mídia e racismo; imprensa e relações raciais; jornalismo e igualdade racial

Texto completo:

artigo


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-6924.2014v11n2p555

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons