Representações Sociais do Nordeste: eu vi um Pernambuco na TV

Alfredo Eurico Vizeu, Renata Echeverria

Resumo


 

Este artigo tem como objetivo central sugerir uma categorização das notícias sobre Pernambuco, Nordeste do Brasil, exibidas no Jornal Nacional da Rede Globo. Buscamos entender como é construída a imagem do Estado no noticiário televisivo de maior audiência do país. Para isso, recorremos a Teoria das Representações Sociais, de Serge Moscovici, bem como as Teorias do Jornalismo, para entender como são produzidas e selecionadas as notícias. Foram analisadas 39 reportagens sobre Pernambuco, exibidas em 2010 e 2011, depois propostas seis categorias de notícias:  O factual; Pernambuco como modelo; celebridades; manifestação cultural; desastres e serviço público. A pesquisa realizada aponta no sentido de que as representações sociais de Pernambuco no Jornal Nacional são resultado de uma produção midiática construída nas rotinas e práticas profissionais, e que elas já não são as mesmas, mas que ainda assim, carregadas de referências que nos remetem à nossa região. As representações sociais se apresentam como uma “rede” de ideias, metáforas e imagens, por isso, mais móveis e fluidas que teorias. 


Palavras-chave


Telejornalismo; Representações Sociais do Real; Jornal Nacional

Texto completo:

artigo


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-6924.2016v13n1p154

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons