Jornalismo e narratividade em sintonia: um percurso teórico-conceitual pelos elementos da grande reportagem

José Augusto Mendes Lobato

Resumo


 

No intuito de articular as diversas reflexões teóricas a respeito da tensão entre narratividade e referencialidade no discurso de informação, este texto busca definir os elementos de linguagem da grande reportagem jornalística, diferenciando-a de outros formatos correlatos. Para isso, analisamos a configuração do gênero e de seus pressupostos, funções e correntes, além de examinarmos os diversos conceitos de notícia e reportagem. Ao fim, mapeamos cinco grandes características da grande reportagem – ampliação espaço-temporal e contextual; construção dramática; reforço da enunciação/autoria; singularização do fato; e uso de índices de ficcionalização – e aventamos a hipótese de que, mais que uma variação do campo do jornalismo, esse formato é uma manifestação da narratividade ou ficcionalidade, sempre presentes em maior ou menor medida nos textos de informação. 


Palavras-chave


Jornalismo; Grande reportagem; Narratividade

Texto completo:

ARTIGO


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-6924.2016v13n2p66

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons