Por uma práxis noticiosa realista: da estética de Lukács ao jornalismo crítico-emancipatório de Genro Filho

Rafael Bellan Rodrigues de Souza

Resumo


 

Busca-se neste artigo resgatar a tradição crítico-emancipatória da Teoria do Jornalismo de Adelmo Genro Filho, refletindo sobre sua relação com a estética de György Lukács, propondo, nesta articulação, a construção de uma práxis noticiosa realista. Nesse sentido, iremos evidenciar os aspectos principais do realismo em Lukács, ampliando essa noção para a investigação dos fundamentos do jornalismo. Por meio dessa abordagem realista da notícia, o jornalismo ganha um papel extremamente necessário em tempos de crise, pois se torna uma forma de conhecimento capaz de dissipar a pseudoconcreticidade, alcançando a essência oculta pela fetichização e coisificação da vida material.


Palavras-chave


Jornalismo; Realismo; Conhecimento

Texto completo:

Artigo


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-6924.2016v13n2p88

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons