Entre as fronteiras do aceitável: o valor-notícia como legitimador do jornalismo como gestor de consenso

Francisco Verri

Resumo


A partir dos consensos que rondam as coberturas políticas (BIROLI, 2013), o artigo percorre o caminho teórico dos estudos sobre critérios de noticiabilidade no intuito de observar as fronteiras do que pode ser notícia. Funcionando em um mapa cultural (HALL et al, 1999), o valores-notícia, enquanto um atributo que o jornalista carrega durante todo o processo de produção noticiosa, caracteriza-se como um legitimador da falta de pluralidade dos acontecimentos nesta editoria especializada. Entre os alinhamentos políticos e a cobertura adversária, esses valores (re) significam o que é importante ser noticiado, legitimando uma agenda de grupos e atores hegemônicos. O resultado é visto na promoção de pautas governamentais e fontes oficiais, marginalizando os acontecimentos de grupos com menor expressão midiática e evidenciando uma correlação entre os valores-notícia e as hegemonias políticas.



Palavras-chave


Consenso jornalístico; Valor-notícia; Cobertura política

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-6924.2018v15n2p100

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons