Jornalismo e construção de sentido: pequeno inventário

Gislene Silva

Resumo


Várias são as conceituações que sugerem o jornalismo ou a mídia em geral como um lugar de: conhecimento comum, conhecimento compartilhado, consensos em construção, saber de acontecimento, senso em comum, acervo social de conhecimento, mediação cultural da vida cotidiana, elemento constituinte da esfera pública etc. A proposta é procurar, a partir de um rastreamento dos estudos do jornalismo como produtor de conhecimentos, pistas teórico-históricas que organizam as reflexões sobre o jornalismo como construção de sentido, com destaque para duas vertentes, a da construção social da realidade, incluindo os estudos sobre cotidiano e senso comum, e a da percepção do jornalismo como narrativa, em sua dimensão simbólico-mítica e em sua relação com os estudos do imaginário. No entrecruzamento dessas vertentes, o jornalismo pode ser pensado como exercício de entendimento de mundo.

Palavras-chave


Narrativa jornalística; Construção de sentido; Journalism as storytelling; Construction of meaning

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons