Perfil e desafios institucionais dos primeiros anos de ensino de jornalismo na ECA-USP

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-6924.2022.84504

Palavras-chave:

ECA-USP, Primeiros anos, Perfil docente, Projeto formativo, Ensino do Jornalismo

Resumo

O artigo mapeia características e desafios do processo de institucionalização do ensino de jornalismo na ECA, entre as décadas de 1960 e 1970. Chama atenção para aspectos do projeto formativo, estrutura curricular e desenho institucional da escola, além do perfil dos professores vinculados à fundação do curso de jornalismo, em especial o papel daquele que viria a ser sua principal liderança - José Marques de Melo. Mobiliza documentos institucionais e trechos de entrevistas realizadas com docentes que atuaram na instituição no referido período. Apesar dos obstáculos vivenciados no espaço institucional - especialmente a partir da década de 1970, em função da conjuntura política do regime militar – localiza esforços da equipe docente, nos anos iniciais de funcionamento do curso, direcionados à implantação de atividades laboratoriais, produção de pesquisa, seminários, além de tentativas de articulação com o setor produtivo. São ações que sinalizavam a intenção do Departamento de Jornalismo de projetar posição de protagonismo nos debates sobre o ensino e a formação dos profissionais da área, constituindo o curso da ECA como lugar de referência.

Biografia do Autor

Michelle Roxo de Oliveira, Universidade Estadual Paulista (Unesp-Bauru)

Referências

AJZENBERG, Elza (org.). Diagnóstico do Ensino da ECA. São Paulo: ECA-USP, 1990.

BOURDIEU, Pierre. As regras da arte: gênese e estrutura do campo literário. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

BOURDIEU, Pierre. O Campo Científico. In: Pierre Bourdieu – Sociologia. ORTIZ, Renato (org.). São Paulo: Ática, 1994, p. 123-155.

BRUDER, Carsten. Forças e esforços: a criação do Departamento de Jornalismo na ECA-USP. Revista PJ:Br - Jornalismo Brasileiro. Edição 2, segundo semestre, 2003.

CAMARGO, Nelly de. A busca de uma filosofia para o ensino de comunicação. In Comunicações e Artes. São Paulo, n. 6, 1971, p. 49-71.

COMISSÃO Interdepartamental de Reestruturação da Escola de Comunicações e Artes. ECA 2001: Relatório Final. São Paulo, abril 2000.

DIVITIIS, Gleice de. Gênese da antropologia da comunicação no Brasil. Dissertação (Mestrado em Comunicação Social). Universidade Metodista de São Paulo, 2009.

FARO, José Salvador (org). ECA-USP/93. Reflexões para um novo projeto de ensino, pesquisa e extensão. São Paulo: ECA-USP, 1991.

KOSHIYAMA, Alice Mitika. A prática política para ser jornalista: ECA-USP 1975-1976. Revista PJ:Br - Jornalismo Brasileiro, 2008.

MELO, José Marques de. Diretrizes para um jornal-laboratório. Revista da Escola de Comunicações Culturais. São Paulo: ECC-USP. V. 1. n. 1, p.185-193, 1967.

MELO, José Marques de. Mesas-Redondas. Primeiros Professores da ECA. Revista Comunicações e Artes. São Paulo, v. 12, 1983, p.11-58.

MELO, José Marques de. A Intercom perde um dos seus fundadores. Boletim Intercom, n. 47, mar/abr., 1984, p.17-19.

MELO, José Marques de. Divórcio entre a universidade e a indústria da Comunicação na Améria Latina. In: Generacion de conocimentos y formacion de comunicadores. México, Fundacion Carlos Eduardo Frias, 1992, p. 91-111.

MELO, José Marques de. Cásper Líbero, Pioneiro do Ensino de Jornalismo no Brasil. In: Transformações do Jornalismo Brasileiro: Ética e Técnica. MELO, José Marques de (org). São Paulo: Intercom, 1994, p. 13-24.

NOTICIÁRIO da Intercom. Eleição direta para diretor: Tentativa na ECA-USP. Boletim Intercom, n. 24, outubro de 1980, p.6-7.

PINTO, Virgílio Noya. Pós-Graduação em Comunicação na USP: preservando a diversidade e interdisciplinaridade. Intercom. Revista Brasileira de Comunicação, n. 59. Julho e a dezembro de 1988, p.107-109.

SOBRINHO, José Coelho. Jornalismo e direitos fundamentais. Jornal da USP. São Paulo, v. 22, n. 798, fev-2007, p. 10 e 11.

VIANNA, Ruth Penha Alves. Pra não dizer que

não falei das flores. Dossiê CJE: 1968-72. Revista PJ:Br - Jornalismo Brasileiro. Edição 03, 1˚ semestre 2004.

BOLETIM DO DEPARTAMENTO DE JORNALISMO. São Paulo: ECA/USP, ano I, n. 1, março de 1968a.

BOLETIM DO DEPARTAMENTO DE JORNALISMO. São Paulo: ECA/USP, ano I, n. 2, maio de 1968b.

BOLETIM DO DEPARTAMENTO DE JORNALISMO. São Paulo: ECA/USP, ano I, n. 3, setembro de 1968c.

BOLETIM DO DEPARTAMENTO DE JORNALISMO. São Paulo: ECA/USP, ano II, n. 4, março de 1969a.

BOLETIM DO DEPARTAMENTO DE JORNALISMO. São Paulo: ECA/USP, ano II, n.5, julho de 1969b.

BOLETIM DO DEPARTAMENTO DE JORNALISMO. São Paulo: ECA/USP, ano II, n. 6, outubro de 1969c.

CJE: Boletim do Departamento de Jornalismo e Editoração. São Paulo: ECA-USP, n. 9, 6 de junho de 1983a.

CJE: Boletim do Departamento de Jornalismo e Editoração. São Paulo: ECA-USP, n. 10, 13 de junho de 1983b.

Downloads

Publicado

2022-12-30