Reestruturação capitalista e trabalho: notas críticas acerca da economia solidária

Autores

  • Daniela Neves de Sousa UFRJ - Rio de Janeiro - RJ

DOI:

https://doi.org/10.1590/%25x

Palavras-chave:

Economia solidária, Socialismo utópico, Reestruturação capitalista, Solidarity economics, Utopian socialism, Capitalist restructuring

Resumo

O presente trabalho apresenta uma análise crítica da ‘economia solidária’ tanto nos seus fundamentos teóricos como na sua implementação prática. O artigo apresenta dois claros focos de análise: um primeiro que explicita os fundamentos históricos e teóricos da economia solidária e que são localizados no socialismo moderno. Este entendimento, porém, não leva a afirmar, como muitos teóricos o fazem, que a economia solidária é o caminho contemporâneo ao socialismo. Em segundo lugar, e na continuidade, busca-se apresentar que a construção e a propagação dessa falsa consciência não encontram seus alicerces em mudanças de fundo no modo de produção capitalista, ao contrário, verifica-se uma re-atualização. Para tanto, as análises apresentadas tem como interlocutor privilegiado o militante e teórico Paul Singer, que atualmente é quem dá o tom do debate sobre o tema no Brasil.

Biografia do Autor

Daniela Neves de Sousa, UFRJ - Rio de Janeiro - RJ

Atualmente é Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da UFRJ. Tem experiência na área de Serviço Social, com interface com a sociologia do trabalho, atuando principalmente nos seguintes temas: Trabalho, Cooperativismo e Economia Solidária.

Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Downloads

Publicado

2008-01-01

Edição

Seção

Pesquisas teóricas