Experiências em economia solidária e seus múltiplos sentidos

Alicia Ferreira Gonçalves

Resumo


Este artigo apresenta relatos etnográficos de experiências em economia solidária no estado do Ceará. Os relatos dessas experiências foram revelados por meio de observação participante, de documentos oficiais fornecidos pelas entidades, de entrevistas qualitativas, de aplicação de questionários e de conversas informais, realizadas com diversos atores que compõem o campo da economia solidária no Ceará ao longo de três anos de pesquisa etnográfica. A linha de argumentação desenvolvida no presente artigo é a de que conceitos como economia solidária, solidariedade e reciprocidade assumem múltiplos sentidos nas experiências contemporâneas dos agentes vinculados ao campo da economia solidária no estado do Ceará1. As etnografias revelam que cada agente aciona em seus relatos os conceitos de economia solidária, solidariedade e de reciprocidade (re)significando-os segundo interesses estratégicos, conjunturas específicas e valores oriundos de tradições particulares as quais estão vinculados, articulando, portanto, duas dimensões: estrutura e processo.

Palavras-chave


Economia solidária; Solidariedade; Reciprocidade; Políticas públicas; Solidarity economics; Solidarity; Reciprocity; Public policies

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/%25x

R. Katál. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil eISSN: 1982-0259  

Licença Creative Commons Adota a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.