Trabalho e reestruturação produtiva no Brasil neoliberal: Precarização do trabalho e redundância salarial

Giovanni Alves

Resumo


O objetivo do artigo é tratar das mutações sociais que ocorrem no mundo do trabalho a partir da era neoliberal no Brasil. Examina-se a precarização do trabalho como sendo elemento compositivo do novo metabolismo social que emerge com a reestruturação produtiva do capital e a constituição do Estado neoliberal. Apresenta-se como bases objetivas da precarização do trabalho, a intensificação (e ampliação) da exploração (e espoliação) da força de trabalho, o desmonte de coletivos de trabalho e de resistência sindical-corporativa; assim como a fragmentação social nas cidades em virtude do crescimento exacerbado do desemprego em massa.


Palavras-chave


Trabalho; Capitalismo; Reestruturação produtiva; Sindicalismo; Labor; Capitalism; Productive restructuring; Unionism

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-49802009000200008

R. Katál. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil eISSN: 1982-0259  

Licença Creative Commons Adota a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.