Movimentos sociais de sexualidade e gênero: análise do acesso às políticas públicas

Autores

  • Guilherme Gomes Ferreira Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • Beatriz Gershenson Aguinsky Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

Movimentos Sociais, Sexualidade, Gênero, Políticas públicas

Resumo

Este artigo busca problematizar as formas com que os movimentos sociais de diversidade sexual e de gênero têm acessado as políticas públicas no Brasil. Para isso, analisa as especificidades e necessidades de reconhecimento de determinados grupos sociais historicamente vulneráveis que disputam a própria concepção de identidade. Nesta direção, são tematizadas as contradições presentes nesta disputa uma vez que os movimentos tanto avançam no reconhecimento identitário quanto reforçam estigmas e vulnerabilidades. Sob a perspectiva do método dialético-crítico, o artigo parte de situações concretas para uma análise mais ampla e teórico-reflexiva da realidade.

Biografia do Autor

Guilherme Gomes Ferreira, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Possui graduação em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2011). Atualmente é mestrando do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social pela PUCRS. Tem experiência na área de Serviço Social, atuando principalmente nos seguintes temas: Direitos Humanos, Acesso à Justiça, Justiça Restaurativa, Relações de Gênero, Movimentos Sociais e Terceiro Setor, Sexualidade e Diversidade Sexual.

Beatriz Gershenson Aguinsky, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Possui graduação em Serviço Social pela PUCRS (1982), graduação em Ciências Jurídicas e Sociais pela UFRGS (1985), especialização em Direitos Humanos pela ESMPU/UFRGS e doutorado em Serviço Social pela PUCRS (2003). É assistente social do Poder Judiciário do Rio Grande do Sul. É professora titular da Faculdade de Serviço Social da PUCRS onde, atualmente, exerce a função de Diretora; editora da Revista Textos & Contextos (Porto Alegre) - FSS/PUCRS; membro do conselho editorial científico da Revista Katalysis da UFSC. Tem experiência na área de Serviço Social, com ênfase em Infância e Juventude, atuando principalmente nos seguintes temas: serviço social, socieducação, justiça restaurativa, direitos humanos, ética e formação profissional.

Downloads

Publicado

2013-11-20