Movimento negro, ação política e as transformações sociais no Brasil contemporâneo

Autores

  • Joana Célia dos Passos Universidade Federal de Santa Catarina
  • João Carlos Nogueira Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7984.2014v13n28p105

Palavras-chave:

Movimento negro, Relações raciais, Racismo

Resumo

O presente artigo aborda as relações raciais no Brasil, seus conflitos e as transformações sociais protagonizadas pelos movimentos negros, com abordagens e análises numa perspectiva histórica e sociológica de longa duração. Neste buscamos compreender e refletir as lutas e reinvindicações dos movimentos sociais negros a partir das estruturas impostas pelos sistemas de poder que, mediante as crises e os avanços cíclicos no sistema capitalista, pouco ou nada alteram a força estruturante do racismo na sociedade brasileira. Destacam-se também as reações e manifestações racistas frente à implementação das políticas de promoção da igualdade racial no século XXI, que, em regra, advogam a manutenção do status quo nos espaços de poder.

Biografia do Autor

Joana Célia dos Passos, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutora em Educação. Professora no Centro de Ciências da Educação/UFSC. Membro do Núcleo de Estudos Negros (NEN). Pesquisadora no Núcleo de Pesquisa em Movimentos Sociais (NPMS/UFSC) e do Núcleo Vida e Cuidado (NUVIC/UFSC).

João Carlos Nogueira, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

Sociólogo. Doutorando em Gestão Integrada do Território na UTAD, Portugal. Membro do Núcleo de Estudos Negros (NEN), da Coordenação Nacional de Entidades Negras (CONEN) e Coordenador Executivo do Projeto Brasil Afroempreendedor (PBAE/SEBRAE/IAB/CEABRA)

Referências

ARRIGHI, G. O longo século XX: dinheiro, poder e as origens de nosso tempo. Rio de Janeiro: Contraponto; São Paulo: Editora Unesp, 1996.

BOBBIO, N. Igualdade e liberdade. Rio de Janeiro: Ediouro, 1986.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: 1988.

______. Política nacional de promoção da igualdade racial. Brasília, DF: SEPPIR, 2003.

BRAUDEL, F. Civilização material, economia e capitalismo: séculos XV-XVIII. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

CARDOSO, M. A. Na pele do real: os desafios do movimento negro no século XXI. In: NOGUEIRA, J. C.; PASSOS, J. C.; SILVA, V. B. M. (Org.). Negros no Brasil: políticas, cultura e pedagogia. Florianópolis: Atilènde, 2002.

DOMINGUES, P. Movimento Negro Brasileiro: alguns apontamentos históricos. Revista Tempo, Niterói, v. 12, n. 23, p. 100-123, julho 2007. Disponível em: . Acesso em: 12 maio 2012.

DU BOIS,W. E. B. As almas da gente negra. Rio de Janeiro: Lacerda Editores, 1999.

HOBSBAWM, E. A era dos extremos: o breve século XX, 1914-1991. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

HANCHARD, M. G. Orfeu e o poder: movimento negro no Rio e São Paulo (1945-1988). Rio de Janeiro: EdUERJ, 2001.

IANNI, O. A racialização do mundo. Tempo Social, São Paulo, n.1, v. 8, p. 1-23, maio 1996.

JACCOUD, L.; BEGHIN, N. Desigualdades raciais no Brasil: um balanço da intervenção governamental. Brasília, DF: IPEA, 2002.

MAIO, M. C. O. Projeto Unesco: ciências sociais e o “credo racial”. Revista USP, São Paulo, n. 46, p. 115-148, jun./ago. 2000.

MOORE, C. Racismo e sociedade: novas bases epistemológicas para entender o racismo. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2007.

NASCIMENTO, A. do. O negro revoltado. 2. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1982.

PAIXÃO, M. J. de P. A lenda da modernidade encantada: por uma crítica ao pensamento social brasileiro sobre relações raciais e projeto de Estado-Nação. Curitiba: CRV, 2014.

PEREIRA, A. A. O “Atlântico negro” e a constituição do movimento negro contemporâneo no Brasil: memória e identidade. ANPUH, 2007. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2013.

SADER, E. Quando novos personagens entraram em cena: experiências e lutas dos trabalhadores da Grande São Paulo, 1970-1980. São Paulo: Paz e Terra, 1995.

SANTOS, G. As relações raciais no Brasil contemporâneo. In: NOGUEIRA, J. C.; PASSOS, J. C.; SILVA, V. B. M. (Org.). Negros no Brasil: políticas, cultura e pedagogia. Florianópolis: Atilènde, 2002.

SANTOS, J. R. dos. O Movimento negro e a crise brasileira. Política e Administração, Rio de Janeiro, n.2, p. 285-308, jul./set. 1985. Edição especial: Movimentos sociais.

HASENBALG, C. A.; SILVA, N. do V. Relações raciais no Brasil contemporâneo. Rio de Janeiro: Rio Fundo Ed.; IUPERJ, 1992.

THEODORO, M. (Org.). As políticas públicas e a desigualdade racial no Brasil: 120 anos após a abolição. Brasília, DF: Ipea, 2008.

Downloads

Publicado

2014-12-31

Edição

Seção

Dossiê Temático