Recrutamento e modalidades de entrada na carreira política: candidatos aos cargos legislativos no Rio Grande do Sul (1998 – 2006)

Autores

  • Rodrigo da Rosa Bordignon Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7984.2017v16n35p351

Palavras-chave:

Recrutamento, Entrada Na Política, Recursos Sociais, Partidos, Representação Política

Resumo

O presente trabalho é resultante do aproveitamento parcial de uma pesquisa3 realizada anteriormente, centrada no problema geral das relações entre a estrutura do espaço social e do espaço político, e seus efeitos para as chances e modalidades de entrada na política. A análise proposta dedica-se ao exame das relações entre recursos sociais, partidos e modalidades de entrada na concorrência eleitoral. O objetivo central é apreender o modo através do qual se definem as oposições que constituem o espaço de concorrência eleitoral no contexto em análise. Para isso, foram utilizadas informações coletadas junto ao TRE-RS, as quais foram confrontadas aos modos de justificação do ingresso na disputa por cargos de representação política. As principais indicações apontam para uma associação entre recursos de posição social, partidos e modalidades de entrada na concorrência eleitoral.

Biografia do Autor

Rodrigo da Rosa Bordignon, Universidade Federal de Santa Catarina

Professor do Departamento de Sociologia e Ciência Política da Universidade Federal de Santa Catarina.

Downloads

Publicado

2017-06-09

Edição

Seção

Artigos