A construção da campanha eleitoral majoritária no HGPE: uma análise comparada das estratégias usadas pelos presidenciáveis de 2014

Michele Goulart Massuchin, Camilla Quesada Tavares, Fernanda Cavassana de Carvalho, Regiane Soares Lima

Resumo


Este artigo tem por objetivo discutir as diferenças na apropriação do Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral (HGPE) pelos partidos e candidatos na disputa majoritária à Presidência da República em 2014. A propaganda televisiva é o principal recurso de campanha utilizado em eleições de grande porte, sendo que tanto o conteúdo quanto o formato são relevantes para compreender o modo como a disputa se estrutura. Analisa-se o conteúdo apresentado pelos dois principais candidatos – Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) – considerando as estratégias, o apelo, os formatos, o tipo de orador e a mensagem geral de campanha. A metodologia utilizada é quantitativa de análise de conteúdo, sendo que este artigo parte de duas hipóteses: a) o segundo turno torna-se mais negativo, com maior ênfase na imagem do candidato e com uma campanha mais voltada para as emoções; b) a estruturação da campanha dos candidatos se dá de modo diferente, evidenciando características e formatos distintos.


Palavras-chave


Eleições 2014; HGPE majoritário; estratégias de campanha.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7984.2016v15n32p171

Direitos autorais 2016 Política & Sociedade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 Visite nossa página no Facebook:

https://www.facebook.com/revistapoliticaesociedade/

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Revista Política & Sociedade - ISSNe 2175-7984
Florianópolis - SC - Brasil

CNPq CAPES