As novas tecnologias, a cegueira e o processo de compensação social em Vygotsky

Autores

  • Lucidio Bianchetti UFSC - Florianópolis - SC
  • Silvia Zanatta Da Ros UFSC - Florianópolis - SC
  • Teresinha Pellicioli Deitos UNOESC - Joaçaba - SC

Resumo

o presente trabalho discute a relação do conceito de compensação em Vygotsky associado às possibilidades de luta contra a "deficiência" através do uso de novas tecnologias. Referimo-nos, neste artigo, especificamente aos cegos e às possibilidades de compensação postas pelos recursos tecnológicos na contemporaneidade.

Biografia do Autor

Lucidio Bianchetti, UFSC - Florianópolis - SC

Graduação em Pedagogia com habilitação em Orientação Educacional pela UPF (1978), mestrado em Educação pela PUC - RJ (1982) e doutorado em Educação: História, Política, Sociedade pela PUC - SP (1998). Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Silvia Zanatta Da Ros, UFSC - Florianópolis - SC

Graduação em Pedagogia pela UFRGS (1973) , especialização em Psicopedagogia Terapêutica pela UFRGS (1975) , mestrado em Educação pela UFSC (1990) e doutorado em Educação (Psicologia da Educação) pela PUC - SP (1997) . Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Teresinha Pellicioli Deitos, UNOESC - Joaçaba - SC

Graduação em Pedagogia pela FEARPE (1976) , especialização em Latu Sensu em Orientação Educacional pela FFCL (1981) e mestrado pela UFSC (2000). Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Downloads

Publicado

2000-01-01