Corredores de rua: características demográficas, treinamento e prevalência de lesões

Autores

  • Joris Pazin Universidade Federal de Santa Catarina
  • Maria de Fátima da Silva Duarte Universidade Federal de Santa Catarina
  • Lisiane Schilling Poeta Universidade Federal de Santa Catarina
  • Marcius de Almeida Gomes Universidade do Estado da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.1590/1980-0037.2008v10n3p277

Palavras-chave:

Lesão, Antropometria, Atleta, Treinamento, Injury, Anthropometry, Body measurement, Training.

Resumo

O objetivo deste estudo foi: identificar características físicas, demográficas, de treinamento e a prevalência de lesões musculares/osteoarticulares em corredores de rua amadores. Verificar também o grau de associação entre lesões com a idade, freqüência do treinamento diário e semanal, distância percorrida por semana, orientação especializada, prática de outra atividade física e tempo de prática da corrida. Além disso, mediu-se o perímetro da cintura, massa corporal e estatura e, assim, também se determinou o índice de massa corporal (IMC) dos corredores. O grupo estudado foi composto por 115 homens, participantes de provas realizadas em Santa Catarina, no ano de 2006: 22ª Maratona de Blumenau e 5º Desafio Praias e Trilhas (Florianópolis). A estatística descritiva e o teste do Qui-quadrado foram utilizados para caracterização do grupo e para verificar a associação da prevalência de lesões com as variáveis estudadas, tendo como referência p<0,05. Os corredores de rua apresentaram as seguintes características: 63,2% com idade entre 18-50 anos e 36,8% acima de 50 anos; 24,3% cursaram ensino fundamental, 35,4% o ensino médio e 40% o superior; a renda familiar de R$ 300-999 (23,3%), 45,2% entre R$ 1000-2900 e 31,3% maior de R$ 3000; 72% corriam regularmente há mais de seis anos e 57% recebiam orientação especializada; 56,5% corriam mais de 64 km por semana. A prevalência de lesões no período de um ano foi de 37,7%; os valores médios de IMC e perímetro da cintura estavam adequados à saúde. Não foi encontrada associação significativa entre a prevalência de lesões e as outras variáveis analisadas.

Biografia do Autor

Joris Pazin, Universidade Federal de Santa Catarina

http://lattes.cnpq.br/6732932652493043

Maria de Fátima da Silva Duarte, Universidade Federal de Santa Catarina

http://lattes.cnpq.br/3012877798213433

Lisiane Schilling Poeta, Universidade Federal de Santa Catarina

http://lattes.cnpq.br/2043061153088474

Marcius de Almeida Gomes, Universidade do Estado da Bahia

http://lattes.cnpq.br/3007280834867299

Downloads

Publicado

2008-07-18

Edição

Seção

Artigos Originais