Características cinéticas durante a marcha de um músico com e sem o transporte de seu instrumento

Autores

  • Clarissa Stefani Teixeira UFSC
  • Fausto Kothe UFSM
  • Érico Felden Pereira UFPR
  • Carlos Bolli Mota UFSM

DOI:

https://doi.org/10.1590/1980-0037.2009v11n1p43

Palavras-chave:

Marcha, Equilíbrio, Saúde do trabalhador, Gait, Balance, Occupational health

Resumo

A integridade do sistema locomotor pode ser comprometida pelo transporte de determinados objetos, principalmente, quando esse é realizado de uma forma inadequada. O transporte de instrumentos musicais, devido ao seu peso e tamanho, pode contribuir para o surgimento de disfunções corporais nos músicos que necessitam realizá-lo com freqüência, influenciando no seu equilíbrio e postura corporal. Logo, buscou-se investigar qual a força de reação do solo durante a marcha de um músico com e sem o transporte de seu instrumento. Para a aquisição dos dados cinéticos, foram utilizadas duas plataformas de força AMTI (Advanced Mechanical Technologies, Inc.). O sujeito totalizou 40 tentativas, sendo 20 sem o transporte do instrumento e 20 com o transporte do instrumento. Todas as variáveis analisadas, através do teste t, apresentaram diferenças estatisticamente significativas com e sem o transporte do instrumento. Com isso, pode-se perceber que ao se transportar alguma carga, como nesse caso de 7,75% de seu próprio peso, o aparelho locomotor sofre alterações.

Downloads

Publicado

2009-01-01

Edição

Seção

Artigos Originais