Aptidão funcional de idosas praticantes de atividades físicas

Autores

  • Natália Cristina Santos Cipriani Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil.
  • Simone Teresinha Meurer Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil.
  • Tania Rosane Bertoldo Benedetti Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil.
  • Marize Amorim Lopes Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.1590/1980-0037.2010v12n2p106

Palavras-chave:

Aptidão Funcional, Envelhecimento, Atividade Física, Functional fitness, Aging, Physical activity.

Resumo

O envelhecimento é um processo progressivo e natural e a atividade física vem sendo apontada como uma possibilidade de minimizar o seu impacto e, especialmente, manter a capacidade funcional do idoso por mais tempo. O objetivo do presente estudo foi analisar as modificações do Índice de Aptidão Funcional Geral (IAFG) de idosos participan-tes de um programa de atividades físicas no decorrer de 10 meses, associando aos diferentes estratos etários, tempo de participação no programa e modificações nas capacidades físicas avaliadas. O estudo foi realizado com 225 idosos, média de idade de 69,26 anos (dp=5,685), participantes do programa de Atividade Física e Dança Folclórica para a Terceira Idade do Centro de Desportes/Universidade Federal de Santa Catarina. Para a análise dos dados foi utilizada a estatística descritiva, o teste t de Student e análise de variância (ANOVA). De março a dezembro de 2005, verificou-se diferença estatisticamente significante (p< 0,01) do IAFG e nas variáveis agilidade/equilíbrio e coordenação (p< 0,01). As capacidades físicas força (p=0,323), resistência (p= 0,946) e flexibilidade (p=0,722) não tiveram diferença sig-nificante no período analisado. Verificou-se também que o grupo que praticava atividades físicas há mais de 10 anos e com faixa etária acima de 80 anos de idade, apresentaram melhor IAFG nas avaliações realizadas. A prática de atividades físicas por idosos pode ser um importante fator para a melhora e/ou manutenção da aptidão funcional no decorrer do processo de envelhecimento.

Biografia do Autor

Natália Cristina Santos Cipriani, Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil.

Graduada em Educação Física (UFSC).

Simone Teresinha Meurer, Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil.

Graduada em Educação Física (UFSM), Especialista em At. Física, Des. Humano e Saúde (UFSM), Mestranda em Educação Física (UFSC).

Tania Rosane Bertoldo Benedetti, Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil.

doutora em Ed Física (UFSC)

Marize Amorim Lopes, Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil.

Mestre em Educação Física (UFSC), Doutoranda em Ed. Física (UFSC

Downloads

Publicado

2010-07-01

Edição

Seção

Artigos Originais