Relação entre o tempo, o tipo e o efeito do ataque no voleibol masculino juvenil de alto nível competitivo

Autores

  • Gustavo Costa Minas Tênis Clube. Belo Horizonte. MG, Brasil.
  • Isabel Mesquita Universidade do Porto, Faculdade de Desporto. Porto.
  • Pablo Juan Greco Universidade Federal de Minas Gerais. Física. Belo Horizonte.MG, Brasil.
  • Natália Neiva Ferreira Universidade Federal de Minas Gerais. Física. Belo Horizonte.MG, Brasil.
  • José Cícero Moraes Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, RS. Brasil

DOI:

https://doi.org/10.1590/1980-0037.2010v12n6p428

Palavras-chave:

Voleibol, Tempo de ataque, Tipo de ataque, Efeito do Ataque

Resumo

Atualmente, no Voleibol de alto nível, é inquestionável o papel que o ataque assume no desenrolar do jogo e no rendimento das equipes, o que requer ataques rápidos, precisos e potentes, exigindo, para tal, o domínio técnico e a capacidade de adaptação aos constrangimentos situacionais do jogo. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi o de analisar a relação entre o tempo e o tipo de ataque com o efeito do ataque em seleções nacionais juvenis de Voleibol masculino. Para tal, recorreu-se à análise de 1191 ações de ataque de seleções nacionais presentes no Campeonato Mundial Juvenil. Verificou-se que o efeito de ataque mais recorrente foi o ponto, sendo que os ataques mais rápidos apresentaram maior frequência de acontecimento, assim como os ataques potentes. O jogo mais rápido favoreceu a obtenção do ponto e o ataque potente emanou da necessidade de sobrepor-se ao sistema defensivo adversário.

Biografia do Autor

Gustavo Costa, Minas Tênis Clube. Belo Horizonte. MG, Brasil.

Possui graduação em Educação Física Pela Universidade Federal de Minas Gerais (2006 ) e mestrado em Ciências do Desporto Pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto (2008). Atualmente É Treinador Desportivo da Minas Tênis Clube, Treinador do Desportivo Federação Mineira de Voleibol , Professor Universitário da Universidade Federal de Minas Gerais e Treinador Desportivo do Colégio Pitágoras . Atuando Principalmente Posições seguintes temas : Voleibol masculino e feminino, Análise de Jogo, Efeito do Ataque .

Isabel Mesquita, Universidade do Porto, Faculdade de Desporto. Porto.

Doutora em Ciências do Desporto Pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, Portugal na área de Pedagogia do Desporto . Professora Associada com Agregação da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto nd .

Pablo Juan Greco, Universidade Federal de Minas Gerais. Física. Belo Horizonte.MG, Brasil.

Doutor em Educação Na área de concentração Psicologia Educacional, Pela Universidade Estadual de Campinas ( UNICAMP -Brasil ). Pós doutorado na Escola Superior de Educação Física ( ESEF ) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul ( UFRGS ) na área de Ciências do Movimento Humano . Professor Associado na Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia EEFFTO ( Ocupacional ) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Na área Pesquisador de Cognição e Ação, em temas do Treinamento Esportivo , Pedagogia do Esporte , Metodologia do Treinamento Esportivo

Natália Neiva Ferreira, Universidade Federal de Minas Gerais. Física. Belo Horizonte.MG, Brasil.

Licenciada e Graduada em Educação Física Pela Universidade Federal de Minas Gerais

José Cícero Moraes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, RS. Brasil

Doutor em Ciências do Desporto Pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto , Portugal. Professor Adjunto da Escola de Educação Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - BR.

Downloads

Publicado

2010-09-03

Edição

Seção

Artigos Originais